Cidadeverde.com
Política

Governador diz que decisão do STF de importar Sputnik atende necessidade do país

Imprimir

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O governador Wellington Dias afirma que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) corresponde à necessidade do país por mais vacinas. Na noite desta quinta-feira  (22), a decisão do STF autorizou que o governo do Piauí faça a importação e distribua doses da vacina russa Sputnik V, caso a  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não oficialize uma resposta à solicitação do estado até o dia 29 de abril.

 Segundo o governador, o que o país mais precisa no memento é de vacina. Ele explica que a vacina russa encontra-se disponível, mas por falta de autorização, a importação ficaria impossibilitada.

Wellington destaca que a compra da vacina foi feita pelos estados em parceria com o Ministério da Saúde. 

“O ministro Ricardo Lewandowski do Supremo Tribunal Federal (STF) deu uma liminar a exemplo do Maranhão e agora ao estado do Piauí, para que possa apreciar o pedido de licença de importação. Esperamos que a Anvisa faça essa semana em tempo de podermos receber o lote de entrega de vacinas. O Brasil e o Piauí mais precisam de vacina e a vacina Sputnik está disponível para entrega ao Brasil dessa compra feita pelos estados, junto com o Ministério da Saúde, nas regras do plano nacional de imunização. A decisão do Ministro assegura as condições de não tendo essa liberação, poder ter a licença de importação garantido que a partir do dia 28 possamos ter a entrega no Brasil”, destacou.

O ministro Ricardo Lewandowski  determina que a Anvisa tem um prazo de 30 dias para oficializar uma resposta. Essa prazo começa a ser contado no dia 31 de março. A Sputinik V já é utilizada em cerca de 60 países com eficácia de 91,6%. O Piauí pediu autorização, em 30 de março, para importar 2 milhões 173 mil e 607 doses da vacina russa.
 

Lídia Brito
[email protected]

Imprimir