Cidadeverde.com
Política

Câmara de Teresina aprova reforma administrativa com modificações no texto

Imprimir

Fotos: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O projeto de reforma administrativa foi aprovado pela Câmara de Teresina em segunda votação. A proposta sofreu modificações por três emendas apresentadas pelos vereadores.  A reforma foi aprovada com 25 votos favoráveis. Não estavam presentes os vereadores Joaquim Caldas (MDB), Levino de Jesus (Republicanos) e Luiz Lobão (MDB). 

O presidente da Casa, Jeová Alencar (MDB), afirma que o texto poderia ter sido aprovado ainda na semana passada. Porém, ele afirma respeitar a decisão do líder Renato Berger de ter atrasado a votação.

"Já era para ter sido aprovada na semana passada. Mas a pedido de alguns vereadores, o líder do prefeito retirou de pauta e hoje voltou à pauta de maneira tranquila. Emendas foram apresentadas. O prefeito encaminhou técnicos para conversar com os vereadores. Eles foram ouvidos e as emendas passaram sem problemas", destacou p presidente da Câmara, vereador Jeová Alencar. 

O vereador Paulo Lopes (PSDB) protocolou uma emenda modificativa que pede a inclusão do Serviço de Inspeção Municipal e a manutenção das hortas comunitárias, campos agrícolas e o Programa de Patrulha Mecanizada entre as atribuições da nova Secretaria Municipal de Produção Agropecuária que a gestão municipal propõe criar. 

Paulo Lopes argumenta que é necessário explicitar as atribuições da nova secretaria fazendo uma diferenciação do que a Superintendência de Desenvolvimento Rural permanecerá fazendo. 

“Pretendemos contribuir com a melhoria da proposta da reforma, principalmente porque hoje existe a SDR e ela permanecerá integrando a estrutura da administração. A nova secretaria tem uma abrangência maior e é importante garantir a eficiência das duas pastas para o desenvolvimento do trabalho na zona rural”, explica.

Uma terceira emenda dos Renato Berger (PSD), Pollyana Rocha (PV), Paulo Lopes (PSDB) e Teresinha Medeiros (PSL) foi apresentada. 

Antes da votação, técnicos da prefeitura conversaram com os vereadores sobre pontos de dúvidas. A votação ocorreu de forma tranquila mantendo acordo feito entre os vereadores e o presidente Jeová Alencar.

O vereador Dudu (PT) destacou que a nova secretária vai ajudar no desenvolvimento da zona rural de Teresina.

"Essa Casa faz seu papel mesmo estando de forma diminuída presencialmente por causa da pandemia. Mas nunca deixamos de ter celeridade nas matérias. Agora Dr. Pessoa tem instrumento para melhor a gestão. Para que ele possa gerenciar a cidade da forma como gostaria. Estou esperançoso com a criação da Secretaria de Agricultura. Vale destaca que a reforma não trouxe prejuízos e não acrescentou despesas. Queremos que a reforma tragar recursos e geração de emprego com a nova secretária. Vai ser muito importante para a zona rural da cidade", disse. 

 O tucano Venâncio Cardoso afirma que todos os acordos feitos com o líder Renato Berger foram atendidos pelo prefeito.

"Semana passada foi feito acordo para poder se conhecer melhor a reforma e os técnicos vieram. O acordo foi atendido 100%. O secretário executivo de governo explicou que não terá despesas. Com isso, votei favorável", destacou.

 

Flash de Lídia Brito
[email protected]

Tags: vereador
Imprimir