Cidadeverde.com
Últimas

Após um ano, PI volta a ter competição de atletismo e usa cronômetro eletrônico

Imprimir

Foto: Arquivo Pessoal

Após mais de um ano o estado do Piauí voltou a sediar uma competição de atletismo. O palco foi a pista da modalidade localizada na UFPI neste último final de semana e junto a prova algumas novidades para o estado e principalmente com muitos cuidados e restrições devido a pandemia de Covid-19. Pela primeira vez na história do Piauí todas provas tiveram cronometro eletrônico e com isso as marcas atingidas pelos atletas serão usadas como oficiais no ranking nacional. 

Voltar a competir após tanto tempo trouxe um alivio e sensação de recomeço, mas colocar as provas em andamento não foi uma tarefa fácil. “Na verdade, não foi fácil, pois a maioria dos atletas vinham de quase um ano sem competir. Os atletas de elite foram os que tiveram maior possibilidade de competir e o processo organizacional foi difícil e visto que no ano passado não conseguimos fazer todas as competições programadas faltou o Sub20 e o Sub23. Historicamente nos fizemos um ato que foi trazer o cronometro eletrônico para o estado do Piauí. Foi a 1ª vez na história”, frisou Jozimar Venção presidente da Federação Piauiense de Atletismo. 

A competição teve representantes de 17 clubes brasileiros entre eles, oito do Piauí e nove clubes de fora. O presidente da Federação ressalta que aos poucos a modalidade vai ganhando força novamente e no momento, o estado tem o velocista João Henrique que está junto com a seleção em preparação para o Mundial, que acontece no mês de maio, na Polônia. Teve Cristiane em treinamentos junto a seleção dos EUA e Léticia Lima, um dos nossos principais nomes atuais realizando treinos em solo piauiense. 

Dentro da competição do final de semana os destaques vieram através das categorias de base. “Nós vimos surgir talento principalmente quando assunto é categoria de base e outros se afirmando como Breno Barbosa que no salto em distância conseguiu 7m19cm sendo que com essa marca ele é segundo colocado na categoria sub20 e pode ser convocado nessa prova que é a melhor dele, pois ele é do salto triplo para disputar o pan-americano. Então temos essa perspectiva já, além disso tiveram outros atletas que entraram pela primeira vez em uma pista de atletismo, competindo oficialmente”, disse Jozimar. 

O processo de retomada ainda é gradativo e por enquanto não existe previsão de outras competições no estado. As únicas competições confirmadas são nacionais e internacionais. 

Pâmella Maranhão
[email protected]

Imprimir