Cidadeverde.com
Geral

Polícia e Vigilância flagram aglomeração e desrespeito às medidas sanitárias em bares de Teresina

Imprimir

Divulgação Vigilância Sanitária

No primeiro fim de semana desde o mês de março, que bares e restaurantes puderam ficar abertos até das 23h, a fiscalização da Vigilância Sanitária e Polícia Militar continuou pelas ruas de Teresina. 42 estabelecimentos foram vistoriados, entre eles, dois autuados e um sofreu notificação por descumprimento às medidas sanitárias. 

De acordo com o relatório do major Fredson, que comandou a operação pela Polícia Militar, as diligências começaram por volta das 20h e foi até as 2h deste domingo. 

Flagrantes de falta do uso de máscara, de distanciamento entre as mesas e aglomeração foram as cenas mais vistas pelos agentes públicos durante a fiscalização. 

“Foram realizadas fiscalizações em todos os tipos de estabelecimentos comerciais como bares, restaurantes, buffets, trailers, choperias, entre outros, em apoio às vigilâncias sanitárias estadual e municipal nas zonas Norte, Leste, Sul e Sudeste de Teresina. Cada viatura policial acompanhou uma equipe da vigilância sanitária, e os resultados dessa fiscalização foram, em muitos locais, a constatação de bares e restaurantes com música mecânica, instrumental e ao vivo com pessoas aglomeradas e sem uso de máscaras de proteção individual, algumas vezes estabelecimentos reincidentes nessas práticas”, relatou o major Fredson.

Dois estabelecimentos foram autuados e um foi notificado quanto à obediência as medidas sanitárias que estavam sendo descumpridas. 

Este é o primeiro fim de semana que bares e restaurantes podem funcionar até as 23h. No entyanto, o decreto estadual determina que apresentação de músicos e instrumentistas somente até às 20h, sendo permitida o som mecânico até às 23h, desde que não gerem aglomerações.

Mercearias, mercadinhos, mercados, supermercados, hipermercados, padarias e produtos alimentícios também podem ficar abertos até às 23h, já que o toque de recolher só inicia à meia-noite e vai até as 5h. O domingo ainda está com restrições mais rígidas de isolamento, onde apenas atividades essenciais podem funcionar. 

Domingo só atividades essenciais:

– mercearias, mercadinhos, mercados, supermercados, hipermercados, padarias e produtos alimentícios;

– farmácias, drogarias, produtos sanitários e de limpeza;

– oficinas mecânicas e borracharias;

– lojas de conveniência e serviços de alimentação situadas em rodovias, estaduais e federais, exclusivamente para atendimento de pessoas em trânsito (viajantes);

– postos revendedores de combustíveis e distribuidoras de gás;

– hotéis, com atendimento exclusivo dos hóspedes;

– distribuidoras e transportadoras;

– serviços de segurança pública e vigilância;

– serviços de alimentação preparada e bebidas exclusivamente para sistema de delivery ou drive-thru;

– serviços de telecomunicação, processamento de dados, call center e imprensa;

– serviços de saúde, respeitadas as normas expedidas pela Secretaria de Saúde do Estado do Piauí;

– serviços de saneamento básico, transporte de passageiros, energia elétrica e funerários;

– agricultura, pecuária, extrativismo e indústria;

– templos, igrejas, centros espíritas e terreiros com atividades religiosas presenciais com público limitado a 25% da capacidade, não podendo haver mais de uma celebração diária, nem podendo a celebração diária ultrapassar duas horas de duração.


Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir