Cidadeverde.com
Política

Dr. Pessoa reforça importância das barreiras, mas cobra vacina para capital

Imprimir

Roberta Aline

O prefeito Dr. Pessoa defendeu a instalação das barreiras sanitárias nas divisas entre o Piauí e o estado do Maranhão. Ele esteve na ponte da Amizade nesta quarta-feira(26), onde foi instalada uma barreira. Para o gestor, é preocupante a possibilidade da variante indiana, presente no estado vizinho, chegue ao Piauí. 

Porém, o prefeito ressalta que a melhor solução seria vacinas suficientes para toda população. Dr. Pessoa lembra que sem vacina, o país continuará sofrendo os efeitos do coronavírus.

"O distanciamento é muito importante e agora por causa dessa variante estamos orientando que se tenha barreiras sanitárias. As medidas estão nos protocolos. Temos que avançar na vacinação. A vacina vem para acabar com a pandemia do coronavírus. Espero que isso ocorra em todo estado do Piauí com essas barreiras. As outras medidas são necessárias como a máscara, mas nada substitui a vacinação", afirma.

Segundo o Dr. Pessoa, por enquanto não há a possibilidade de endurecer as medidas restritivas na capital por medo da variante.

"A variante indiana já tem na Índia e avança aqui. É um trabalho de prevenção. Por isso determinamos a barreira sanitária. Não há nenhum decreto em flexibilizar e nem endurecer medidas. Estamos analisando dia-a-dia. Se for preciso endurecer as medidas vamos fazer. Se for possível flexibilizar, vamos flexibilizar", destacou.

O prefeito voltou a falar das dificuldades com relação ao financiamento da saúde. Segundo ele, quase 50% da receita da cidade tem ido para o financiamento da saúde.

"Não tem município que aguente. Quase 50% das receitas são para saúde. Teresina não tem condições de arcar com essa despesa. Não estamos recebendo do estado e nem do governo federal. Queremos discutir com o presidente Bolsonaro", disse.


Flash de Lídia Brito
[email protected]

Imprimir