Cidadeverde.com
Geral

Casa Frederico Ozanam tem surto de Covid e 19 pessoas testam positivo

Imprimir

Fotos: Roberta Aline/Cidadeverde.com

A direção da Casa Frederico Ozanam, instituição que abriga idoso em situação de vulnerabilidade, confirmou em nota nesta quinta-feira (27) que 19 pessoas – entre idosos e funcionários – testaram positivo para a Covid-19. A diretoria da Casa afirmou ao Cidadeverde.com que as pessoas positivadas estão com sintomas leves e passam bem. Atualmente, a casa abriga 43 idosos. 

“Todos os infectados apresentam sintomas leves, tivemos três internações de idosos por excesso de zelo para acompanhamento mais preciso. Demais medidas serão tomadas para fortalecer o já reforçado esquema de higiene que vinha sendo adotado”, disse a direção em nota à imprensa.

Dos três internados, um já teve alta médica. 

No dia “19 de janeiro de 2021, todos os idosos, funcionários e diretoria foram vacinados com a 1ª dose da CoronaVac. Em 02 de fevereiro de 2021 foi aplicada a 2ª dose. Mesmo com a vacinação, a rotina do abrigo não se alterou: visitas continuaram suspensas, e os cuidados de higiene sempre elevados”, explicou a nota. 

Veja nota na íntegra

A diretoria ressalta que, “recentemente, em 14 de maio de 2021, os idosos foram vacinados contra a gripe H1N1”. 



“Após alguns dias, alguns idosos apresentaram sintomas de gripe – o que é uma reação comum a esta vacina. Ocorre que uma idosa apresentou sintomas mais persistentes e foi submetida à testagem para detectar o SARS-CoV-2 e o resultado, infelizmente foi positivo. Com isso, buscou-se rastrear e mais 11 idosos foram positivados e 07 funcionários”. 

A nota destaca ainda, que a diretoria reforçou o compromisso com a saúde e o bem estar dos assistidos. “Gostaríamos de reiterar nosso compromisso de bem servir à sociedade e aos idosos – nossos mestres e senhores – sempre com total dedicação apesar dos inúmeros obstáculos que a situação atual tem nos colocado. Agradecemos por todo apoio até então recebidos e continuamos a contar com a generosidade e a oração de todos”, finalizou. 

 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Imprimir