Cidadeverde.com
Política

Com transporte em crise, vereador propõe táxi-lotação em Teresina com passagens a R$ 4

Imprimir

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Um projeto de lei que será apresentado na próxima semana na Câmara Municipal de Teresina vai propor a criação do serviço de táxi-lotação na capital. A nova modalidade de transporte já existe em vários estados. A autoria do projeto é do vereador Leonardo Eulálio, do PL. Segundo ele, o usuário terá mais conforto, além de agilidade no deslocamento. 

“Essa realidade já acontece em Imperatriz, São Luís, Cuiabá, Roraima, no interior de São Paulo. Vai trazer mais conforto e mais segurança. Os táxis vão trabalhar através de suas cooperativas e cadastrados junto à prefeitura”, explica o parlamentar.

Cada táxi, segundo o projeto, vai circular com a lotação máxima de até 4 pessoas. Os veículos farão o trajeto pelos corredores de ônibus. A passagem, segundo o vereador, deve custar em torno de R$ 4.

“A pessoa vai pagar uma tarifa em torno de R$ 4 e vai percorrer o mesmo trajeto dos ônibus, via corredores. Os táxis já têm livre acesso aos corredores. Vai ter um tráfego melhor e vai baratear o custo”, explica.

Sem transporte

Teresina vive uma crise no transporte público. O problema levou a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Municipal. “É uma das soluções que nós vamos dar, pois essa problemática do transporte de Teresina, na minha opinião, vai se arrastar por mais tempo”, disse Eulálio.

Segundo o vereador, a matéria deve ser apresentada ao legislativo municipal na próxima quarta-feira, dia 2 de junho. Se aprovada na Câmara será enviada ao prefeito Dr. Pessoa (MDB), que pode vetar ou não a proposta.

“Essa iniciativa vai dar conforto para a população, preço justo e trazer de volta o público para os taxistas, gerando novamente renda e será uma solução parcial para o transporte. Tudo tem que passar pela Câmara e estamos construindo junto com as cooperativas”, finaliza.

O serviço já é explorado em capitais como São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre e em municípios como Caxias do Sul e Imperatriz, no Maranhão. Goiânia aprovou um projeto semelhante em junho do ano passado

Hérlon Moraes
[email protected]

Tags: táxiônibus
Imprimir