Cidadeverde.com
Últimas

Interior faz 'minilockdown' para barrar os turistas no Corpus Christi

Imprimir

Na tentativa de reduzir o número de visitantes e evitar aglomerações no feriadão de Corpus Christi, prefeituras do interior de São Paulo estão restringindo as atividades até o próximo domingo. O feriado cai nesta quinta-feira, 3, e há previsão de que muitos "emendem" o fim de semana. Em ao menos dez cidades foram decretados "minilockdowns" neste período. Várias regiões do interior já convivem com novo aumento de casos de covid-19 e estão com hospitais lotados.

Na segunda-feira, a prefeitura de Ribeirão Preto estendeu a suspensão do transporte coletivo até o próximo domingo. Embora a cidade tenha relaxado algumas medidas de restrição do comércio, com a abertura dos supermercados a partir de amanhã, os restaurantes continuam fechados para atendimento presencial. Atividades religiosas presenciais ficam suspensas até em Corpus Christi. Só na segunda-feira a cidade retoma a liberação gradual de atividades prevista no Plano São Paulo. Os hospitais públicos e particulares têm taxa de ocupação de leitos de UTI acima de 96%.

Em São José dos Campos, o prefeito Felicio Ramuth (PSDB) disse que a situação é preocupante e preparou a população para o possível fechamento das atividades. "Pela primeira vez, desde o início da pandemia, passamos das 200 pessoas internadas no hospital municipal. Caso esta situação não se reverta, nosso comitê de enfrentamento à pandemia estudará possíveis medidas restritivas a serem implementadas nos dias 3, 4, 5 e 6 de junho "

Prefeitos de oito municípios da região de Tupã, no oeste paulista, optaram por um lockdown curto, de quatro dias, durante o feriadão, na tentativa de conter o avanço da covid-19. A suspensão das atividades começa amanhã e vai até o próximo domingo. Só postos de combustíveis e farmácias estão liberados. Além de Tupã, Bastos, Arco-íris, Iacri, Queiroz, Herculândia, Parapuã e Rinópolis terão restrições.

Antecipação. Para conter o vírus, os Estados do Piauí e da Paraíba e as capitais São Paulo e Vitória foram algumas das localidades que já anteciparam a data festiva.

 

Estadão Conteúdo

Imprimir