Cidadeverde.com
Últimas

Hospital Getúlio Vargas amplia volume cirúrgico em 34,78%

Imprimir

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) realizou 1.236 cirurgias em maio, um aumento de 34,78% em relação ao mês anterior. De janeiro a maio já foram realizadas 5.494 procedimentos em diversas especialidades. Para o diretor-geral, Osvaldo Mendes, o aumento deve-se aos mutirões aos sábados e a redução das internações por Covid-19.

“Como foi reduzido o número de internações por Covid-19, o Comitê de Operações Emergenciais (COE) do Governo do Estado do Piauí liberou a realização das cirurgias eletivas e estamos fazendo os mutirões para agilizar os procedimentos. Assim, conseguimos ampliar em quase 35% em relação ao mês de abril. A efetivação das cirurgias eletivas depende da situação epidemiológica do Estado em relação a Covid”, explica o diretor-geral do HGV, Osvaldo Mendes.

Para o coordenador do Centro Cirúrgico, Ronaldo José, foram realizados quatro mutirões para ampliar o volume cirúrgico. “A ampliação deve-se, inicialmente, pela liberação das cirurgias eletivas com redução de casos de Covid e, acima de tudo, mutirões aos sábado, que somaram 80 procedimentos, diminuindo assim, a fila de espera de cirurgias eletivas e da regulação”, explica o enfermeiro.

O presidente da Fepiserh, órgão que gerencia o HGV, Ítalo Rodrigues, destaca o empenho do Hospital para reduzir a fila de espera por cirurgias, que aumentou durante a pandemia. “ O HGV aumentou toda a sua estrutura de atendimento e tornou-se referência no tratamento da Covid-19. Agora, o nosso esforço é para continuar atendendo a demanda de cirurgias, mantendo o padrão de excelência que o HGV sempre teve ao longo dos seus 80 anos”, afirma.

Da Redação
[email protected]

Tags: HGVcirurgias
Imprimir