Cidadeverde.com
Geral

Governo prepara escolas para retorno das aulas presenciais a partir de agosto

Imprimir

Fotos: Ascom/Seduc


O governo do estado confirmou nesta quarta-feira (30) que prepara as escolas estaduais para retornarem as aulas presenciais a partir de agosto. 

Mais de 250 mil estudantes estão matriculados na rede do estado, mas só irão retornar presencialmente com autorização dos pais.
As escolas estão sendo sinalizadas para receberem os estudantes que só podem assistir aula usando máscaras. 

A quantidade de aluno por sala não é fixo, mas precisa respeitar o distanciamento de 2 m. Ao entrar o aluno terá que ter a temperatura aferida e dependendo da escola os recreios podem ocorrer na sala ou nos refeitórios. 

As unidades terão que adotar todos os protocolos de saúde como uso de álcool em gel, pias para lavagem das mãos e respeitando o distanciamento para evitar aglomerações.

Ontem, em Brasília, o governador Wellington Dias participou de reunião com diversas instituições, na qual foram discutidas medidas a serem tomadas em âmbito nacional, visando ao retorno seguro das aulas.

“Precisamos estabelecer eixos orientativos para todo o Brasil e definir a da data de retorno, provavelmente, em agosto”, declarou o governador do Piauí. Uma das preocupações pelo retorno das aulas presenciais é o atraso no desenvolvimento cognitivo de crianças e adolescentes que permanecem fora das salas de aula.

O Observatório Nacional da Educação, Comitê Científico do Consórcio Nordeste, Ministérios da Saúde e Educação, Conselhos de Secretários de Saúde e Educação e representantes do setor privado, participam das discussões.

Vacinação

Wellington Dias solicitou ao Ministério da Saúde, a manutenção da prioridade de vacinação para os profissionais da educação. A imunização confere mais segurança aos docentes, alunado e servidores do quadro técnico, reduzindo o risco de adoecimento pela Covid-19. “Com a remessa de doses da Janssen, que a gente possa separar a parcela que falta, cerca de 2 milhões de doses, para o setor da educação”, disse o governador.

 

Flash Yala Sena (com informações da Secom)
[email protected]

Imprimir