Cidadeverde.com
Geral

Ao ser preso, suposto agiota faz idosa de refém por cerca de 1h30 em Teresina

Imprimir

Policiais do 22º Distrito Policial prenderam, nesta quinta-feira (1), um suspeito de agiotagem identificado como Kelson Leal. A prisão foi feita após o investigado invadir um apartamento na região do Parque Brasil, zona Norte de Teresina, e fazer uma idosa e o filho reféns durante 1 hora e meia. 

De acordo com a polícia, Kelson invadiu o apartamento para fugir de abordagem policial. "Ele entrou no apartamento de maneira muito rápida e exigiu que trancassem as portas e que todos ficassem trancados em silêncio dentro de um cômodo. Desse modo ele ficou lá retendo essa família mediante ameaça”, conta o delegado Leonardo Alexandre, do 22º DP.

Quando a polícia entrou no apartamento encontrou a idoso e seu filho abraçados, agachados, em situação de desespero.

Na casa de kelson a polícia apreendeu dezenas de cartões do bolsa família e de contas bancárias, além de documentos e chaves de veículos. Segundo as investigações policiais, Kelson atua como agiota e teria feito pelo menos 100 vítimas.

Fotos:Tiago Melo/TV Cidade Verde

O delegado Leonardo Alexandre conta que a cobrança mensal de juros chegava a 20%  e os cartões do bolsa família e de contas bancárias das vítimas ficavam com Kelson como garantia do pagamento.

Agiotagem é um crime contra a economia de popular.  O delegado Leonardo Alexandre conta que Kelson cometeu os agravantes de praticar o crime em período de grave crise econômica e por reter cartões de benefícidios de idosos. 

O investigado está preso e à disposição da justiça.  

 

Izabella Pimentel
com informações de Tiago Melo
[email protected]

Imprimir