Cidadeverde.com
Política

Prefeito acusa empresários do transporte de espalharem fake news

Imprimir

Roberta Aline/Cidadeverde.com

O prefeito Dr. Pessoa (MDB) acusou os empresários do transporte coletivo de espalharem fake news. Segundo ele, a prefeitura nunca foi procurada pelos empresários.  

Diante das críticas dos empresários e das cobranças pelo pagamento de subsídios, o prefeito afirma que foi a prefeitura a primeira a ter iniciado a busca por diálogo. 

"Isso é fake news dos empresários. Eles nunca me procuraram desde as tratativas iniciais. Como diz no interior, e conversa para boi dormir. Nunca ninguém me procurou para diálogo. Eu procurei todos eles", afirma.

Para o prefeito há um vício crônico no sistema de transporte e os empresários estariam tentando manter essa situação. 

"Se estivesse bom, não  teríamos chamado, ainda no início da administração, para conversar para fazer a mudança. Eu mesmo, pessoalmente, duas vezes e meu secretariado várias vezes. Os empresários não quiseram porque já vinham em um vício crônico. O vício beneficia a eles e não beneficia a sociedade, que é o objetivo principal do sistema. Principalmente para as pessoas mais pobres. Estamos trabalhando forte para que isso seja resolvido e o Poder Legislativo também seja independente para resolver essa celeuma", destacou.

Com relação a possibilidade de revisão do contrato de licitação, o prefeito afirma que vai esperar parecer de técnicos da prefeitura. 

"Isso é uma questão técnica e uma questão jurídica. O prefeito só acompanha. São esses dois segmentos, a parte técnica e a parte jurídica que vão dizer o que deve ser feito, depois desses relatórios chegarem ao conhecimento do prefeito", afirma.

Outro lado

Por meio de nota, o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) se manifestou sobre as declarações do prefeito Dr. Pessoa. Confira o posicionamento: 


O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT) esclarece à sociedade teresinense que tem buscado sistematicamente o diálogo com a Prefeitura de Teresina, objetivando buscar alternativas efetivas que possam solucionar os problemas do sistema de transporte público da capital. 

Infelizmente, os atuais gestores têm dificultado o diálogo, inclusive efetuando diversos ataques aos empresários e ao sindicato patronal, sem contudo, apresentar alguma solução importante e necessária para atender as inúmeras demandas dos usuários do sistema. 

A entidade informa que já enviou para a gestão municipal, desde janeiro 2021, cerca de 14 ofícios que apresentam a realidade do sistema de transporte público urbano, cobrança de pagamentos de subsídios atrasados do último acordo ou de solicitações para realização de reuniões técnicas afim de discutir o cenário do setor e possíveis soluções. Além disso, também foram feitas solicitações para a  Strans proceder a revisão e atualização da TPI.

 

Flash de Lídia Brito
[email protected]

Imprimir