Cidadeverde.com
Últimas

Delegada faz apelo para mulheres: “denunciem ao menor sinal de agressão”

Imprimir

A delegada Bruna Verena , coordenadora do Departamento Estadual de Proteção à Mulher, fez um alerta, nesta segunda-feira (12), sobre  violência doméstica no Piauí. Ontem (11) cenas de agressão do DJ Ivis contra a sua ex-mulher, Pamella Holanda, chocaram as redes sociais e trouxe à tona, nacionalmente, o debate sobre agressões contra mulheres.

A delegada Bruna fez um apelo para que as mulheres e a sociedade em geral denunciem os casos de violência, condenando o senso comum de que “em briga de marido o mulher não se mete a colher”. 

“Essas cenas se repetem diariamente em vários lares brasileiros. Pode ser feita denúncia online, boletim online.  A mulher, da sua residência, do seu celular, pode fazer o boletim eletrônico e dizer que quer uma medida protetiva. No site da Polícia Civil temos um campo de denúncia anônima que serve para vizinhos, amigos, familiares ,colegas de trabalho que estão vendo ela sendo vítima de violência doméstica e querem denunciar”, disse a delegada.

Outro canal é o aplicativo Salve Maria, que também tem possibilidade de denúncia anônima. “A mulher pode procurar qualquer lugar e pedir ajudar e a gente vai orientar essa mulher a sair dessa violência e não chegar ao extremo, que é o feminicídio”, orienta a delegada.

A coordenadora também explica que as mulheres podem buscar ajuda na Defensoria Pública, Ministério Público e centros referenciados. Bruna Verena ressalta que a ferramenta mais efetiva para evitar violência contra a mulher é a medida protetiva.

“Ao menor sinal de violência, denuncie. Peça medida protetiva para que aquele agressor tenha ciência que caso ele descumpra ele pode ser preso”, reforça a delegada, defendendo ainda que a segurança pública é responsabilidade de toda sociedade, não apenas da polícia.

FAÇA AQUI BOLETIM ELETRÔNICO

FAÇA AQUI DENÚNCIA ANÔNIMA

BAIXE AQUI O APLICATIVO SALVE MARIA

DEFENSORIA PÚBLICA

 

 

Izabella Pimentel
[email protected]

Imprimir