Cidadeverde.com
Política

Projeto prevê distribuição gratuita de absorventes em escolas do Piauí

Imprimir

A Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) aprovou indicativo de projeto de lei que prevê a distribuição gratuita de absorventes e outros produtos de higiene íntima para estudantes do sexo feminino nas escolas da rede estadual do Piauí. A proposição, do deputado estadual Dr. Hélio Oliveira (PL), foi aprovada na semana passada e segue para análise do governador Wellington Dias. 

De acordo o parlamentar, o projeto baseia-se nas necessidades enfrentadas pelas estudantes das escolas públicas estaduais, buscando evitar constrangimentos para as mulheres que não têm condições financeiras de comprar material íntimo de higiene e, por conta disso, acabam utilizando materiais prejudiciais à saúde ou evadindo-se da escola, prejudicando o seu ano letivo.

Foto: divulgação Alepi

"A distribuição de absorventes às estudantes promove uma política voltada à saúde da criança e/ou adolescente, promovendo o melhoramento da estrutura escolar, bem como o desenvolvimento de políticas de cidadania. Fico muito feliz com a aprovação do projeto e espero que seja sancionado o quanto antes pelo governador”, reforça Hélio Oliveira. 

O projeto Dignidade Íntima Feminina prevê também assistência à saúde menstrual da adolescente, com desenvolvimento de atividades educativas nas escolas e outros locais que promovam a conscientização sem preconceitos sobre o processo menstrual. Em São Paulo, por exemplo, foi publicado um decreto com programa semelhante. 

A proposta é uma forma de enfrentar a pobreza menstrual, caracterizada pela falta de acesso a recursos, infraestrutura e até conhecimento, além de diminuir a evasão escolar. Um relatório lançado, em maio deste ano, pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), aponta que mais de 4 milhões de meninas no país não têm acesso a itens mínimos de cuidados menstruais nas escolas.

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir