Cidadeverde.com
Esporte

Athletico-PR goleia América de Cali em noite de Vitinho e avança na Sul-Americana

Imprimir

O Athletico-PR confirmou o favoritismo e está mas quartas de final da Copa sul-americana. Na Arena da Baixada, em Curitiba, voltou a vencer o América de Cali, da Colômbia, desta vez por goleada de 4 a 1. Vitinho foi o grande destaque da partida desta terça-feira, com dois gols.

Foto: José Tramontin/athletico.com.br

Como havia vencido o confronto de ida, na Colômbia, por 1 a 0, o Athletico-PR entrou em campo com a vantagem de empatar para seguir na competição. Só que não abusou da sorte e buscou a vitória sem sustos em sua casa. 

Agora, os paranaenses enfrentam a LDU, do Equador, nas quartas de final. O time equatoriano também avançou nesta terça-feira, ao vencer o Grêmio, por 2 a 1, em Porto Alegre.

Foi a quarta vitória em quatro jogos disputados como mandante na competição dos brasileiros. Além disso, o time paranaense sofreu apenas um gol nessas partidas. Campanha irretocável e que coloca o Athletico-PR como um dos candidatos ao bicampeonato - foi campeão em 2018.

Com bola rolando, o time brasileiro teve total controle da partida e mereceu a vantagem parcial de 1 a 0 antes do intervalo Logo no primeiro minuto, Nikão cruzou na área e Vitinho, de cabeça, mandou no contrapé do goleiro, mas rente à trave, desperdiçando ótima oportunidade de gol.

O América até conseguiu controlar as investidas do Athletico-PR, mas aos 25 o time brasileiro abriu o marcador. Nikão tabelou com Christian e Terans cruzou para Vitinho, que concluiu com tranquilidade para as redes, aumentando a vantagem no placar agregado. 

E a vantagem poderia ter sido ainda maior, pois aos 29 Nikão viu Terans livre na área e o uruguaio marcou. Contudo, o árbitro anulou o gol, por impedimento.

No segundo tempo, o Athletico-PR manteve a posse de bola e viu o América perder a cabeça. Kevin Andrade pisou por querer em Léo Cittadini e foi expulso, prejudicando ainda mais o time colombiano. 

Mesmo com um a menos, os visitantes empataram. Aos 22 minutos, o VAR entrou em ação e viu pênalti de Pedro Henrique em Adrián Ramos. Após três minutos de checagem, o mesmo Ramos converteu.

Só que a reação do time brasileiro foi imediata. No minuto seguinte, Nikão tentou fazer um golaço de voleio, pegou mal na bola e viu Vitinho, em noite iluminada, finalizar para as redes. 

O segundo gol caiu como uma ducha de água fria no América de Cali, que perdeu forças e ainda viu o Athletico-PR fazer mais dois. O terceiro saiu aos 33 com Nikão, de pênalti. Depois, aos 51, Fernando Canesin acertou bonito chute, dando números finais ao confronto.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir