Cidadeverde.com
Esporte

Pais de João Henrique pintam portão de casa como homenagem ao 'filho olímpico'

Imprimir

O velocista João Henrique Falcão, 22 anos, está há alguns dias longe de casa e o motivo não poderia ser mais nobre e de orgulhar. O atleta está nos Jogos Olímpicos de Tóquio e vai disputar nesta sexta-feira (30), às 8h, a prova dos 4x400m misto e ao lado dos companheiros (a) tem reais chances de pódio. Essa é a primeira olímpiada de João Henrique e mesmo de longe a família tenta participar de forma intensa e não para de demonstrar o orgulho pelo filho. Essa semana eles pintaram a parede e portão de casa com imagens do velocista junto a frase ‘aqui mora um atleta olímpico’. João Henrique é nascido em Teresina, mas reside em Timon. 

“Eu estou muito feliz por meu filho estar lá nas Olímpiadas e ele com certeza vai trazer uma medalha para nós. Ele batalhou muito, não foi fácil. O custo muitas vezes para bancar algumas passagens e viagens para ele competir era preciso fazer até bingo para conseguir”, disse José William, pai de João Henrique Falcão. 

A mãe não esconde a saudade, mas principalmente o orgulho do filho olímpico. “Eu não sei nem explicar a alegria e a mistura de sentimentos, pois são tantas coisas”, disse a mão do velocista, Genovena Lima. 

João Henrique está vivendo sua primeira experiencia olímpica e através das redes sociais do atleta dá para notar a empolgação, principalmente ao encontrar nomes mais experientes e reconhecidos do esporte brasileiro. O piauiense de certidão, mas morador de Timon quer escrever seu capitulo dentro dessa história. “É uma satisfação enorme para mim, pois sai de uma cidade pequena de pouca estrutura e agora estou aqui nas olímpiadas. 

A convocação acabou sendo inesperada, veio após ao velocista Lucas desistir da prova de revezamento para se dedicar aos treinamentos e desempenho apenas para prova dos 400m individual. Na tarde de ontem (28) aconteceu o último treino e na pista oficial, onde irá acontecer a prova. O revezamento acontece pela primeira vez em Jogos Olímpicos e o ‘Time Brasil’ tem reais chances de subir ao pódio. A prova de João Henrique acontece nesta sexta-feira (30), às 8h (Horário de Brasília). 

 

 


Pâmella Maranhão 
[email protected]

Imprimir