Cidadeverde.com
Política

Câmara reconhece utilidade pública da Associação das Prostitutas do Piauí

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

A Câmara Municipal de Teresina aprovou nesta quarta-feira (04), em segunda votação, o projeto de lei que reconhece a utilidade pública da Associação das Prostitutas do Piauí, no âmbito do município de Teresina. O projeto é de autoria dos vereadores Teresinha Medeiros (PSL) e Luiz Lobão (MDB).

Na justificativa, os parlamentares defendem que a associação realiza trabalhos sociais e de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis.

O projeto foi aprovado com um voto contrário, do vereador Levino de Jesus (Republicanos), e três abstenções, dos vereadores Joaquim Caldas (MDB), Ismael Silva (PSD) e Dudu (PT).

Joaquim Caldas, um dos parlamentares que se absteve, justificou sua posição.

"Eu não acredito na prostituição. Eu acredito na evolução da mulher. Hoje vejo a mulher no mercado de trabalho, mais ativa, mais profissional, com profissões dignas, profissões de competitividade. A prostituição em Teresina é uma coisa do passado. Se você andar onde teve os grandes redutos da história da prostituição em Teresina, hoje são prédios fechados", argumentou o vereador.

 

Flash de Natanael Souza
[email protected]

Imprimir