Cidadeverde.com
Geral

Policiais penais questionam retomada de visitas em presídios do Piauí

Imprimir

 


Policiais penais que atuam no sistema prisional do Piauí questionam o retorno das visitas presenciais, retomadas na última segunda-feira, após portaria expedida pela Secretaria de Justiça. A categoria teme que com a maior circulação de pessoas nos presídios cresça a possibilidade de novos surtos da Covid-19. 

Para o vice-presidente do Sinpoljuspi, Acácio Castro, um possível aumento da contaminação dentro dos presídios também pode ocasionar impactos para a saúde pública em geral. “

“Com o retorna das visitas, vai haver uma maior atividade nas unidades prisionais e a circulação de pessoas. Há necessidade de redobrar os cuidados com a segurança. O serviço que não conseguimos prestar de qualidade nas unidades prisionais afeta a sociedade aqui fora”, destacou. 

Apesar das críticas, a Secretaria de Justiça diz que o sistema prisional está preparado para receber as visitas, que devem acontecer ainda com todos os protocolos no primeiro momento. 

“Com esse processo de evolução da vacinação, o secretário resolveu retornar algumas atividades presenciais que haviam sido suspensas no decorrer da pandemia. Uma dessas atividades é visita presencial, claro que de forma gradativa e atendendo todas as normas de distanciamento, higienização. O apenado não vai ter o contato direto ainda com esse visitante, vai ter o distanciamento. A sociedade como um todo está retornando às atividades e o sistema penitenciário faz parte da sociedade”, explicou o diretor de inteligência da Sejus, Charles Pessoa. 

 

 


Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir