Cidadeverde.com
Esporte

Diretor do PSG, Leonardo critica Real e Mbappé: 'Quer ir e não vamos segurá-lo'

Imprimir

O Paris Saint-Germain não descarta vender o francês Mbappé ao Real Madrid, mas quer que o clube espanhol pague 200 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão na cotação atual) pelo atacante.

A equipe de Madri tem apenas até a próxima terça-feira, data final da janela de transferências, para apresentar uma nova oferta e entrar em acordo com o time de Paris.

O Real Madrid apresentou uma proposta no valor de 160 milhões de euros (pouco mais de R$ 988 milhões) para contar com o atacante, mas o Paris Saint-Germain recusou. 

No entanto, a equipe francesa está surpresa com a quantidade de dinheiro oferecida pelos espanhóis e membros do clube afirmaram que não esperavam essa atitude do presidente Florentino Pérez. Por conta disso, abriu-se um precedente para reflexão em caso de nova oferta.

Em entrevista nesta quarta-feira à rádio francesa RMC Sport, o diretor de futebol do Paris Saint-Germain, o brasileiro Leonardo, revelou detalhes da tentativa do clube espanhol de contratar Mbappé. O dirigente confirmou que o Real Madrid fez uma oferta oficial, mas que foi recusada.

"Não estamos segurando ninguém. Kylian Mbappé quer ir para o Real Madrid e não vamos segurá-lo. Se alguém quiser sair e nossas condições forem atendidas, veremos. Mas nós criamos um sonho com os nossos jogadores neste verão e não vamos deixar ninguém destruí-lo. 

Essa oferta pode ser considerada um choro distante do que o Kylian representa hoje. Nós também ainda devemos parte do dinheiro ao Monaco e consideramos a proposta insuficiente", detalhou Leonardo.

Mbappé foi contratado pelo Paris Saint-Germain em agosto de 2017, em uma compra junto ao Monaco de 180 milhões de euros (cerca de R$ 1,1 bilhão). O atacante de 22 anos tem vínculo com o PSG até junho de 2022. 

Segundo Leonardo, o jogador fez uma promessa de nunca sair do clube de graça - algo que pode acontecer caso ele não renove o seu contrato. Seis tentativas já foram feitas, sem sucesso por decisão do francês.

"Nossa posição sempre foi de manter o Mbappé, de estender (o contrato) com ele, sempre foi nosso objetivo e ainda é. Nós fizemos duas ofertas importantes para ele: uma para o topo no nível do grupo há duas semanas e outra acima disso mais recentemente. Queremos mostrar a ele que é um jogador importante, central para o projeto, mas não acima do projeto", afirmou.

O diretor esportivo do Paris Saint-Germain criticou o comportamento do Real Madrid nessa tentativa de tirar Mbappé e disse que não planeja falar com o clube espanhol novamente. Também sobraram comentários para o próprio jogador francês.

"O Real Madrid tem se comportado dessa maneira nos dois últimos anos. É incorreta, ilegal até porque eles já contactaram o jogador. É inaceitável para nós. Isso aí é a prova de uma estratégia: a oferta chega a um ano do fim do contrato, faltando sete dias para o fim da janela. 

Eles querem uma recusa para mostrar ao Kylian que tentaram tudo o que puderam, e aí começam a negociar sobre o próximo ano", comentou.

Fonte: Estadão Conteúdo

Tags: PSGfutebol
Imprimir