Cidadeverde.com
Últimas

Promotor defende ações mais duras para evitar aglomerações em Teresina

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O Ministério Público do Piauí (MP-PI) cobra ações efetivas na fiscalização do cumprimento das medidas sanitárias contra a Covid-19 em estabelecimentos da capital. Nos últimos finais de semana, o cidadeverde.com relatou uma série de aglomerações em boates e bares principalmente na zona Leste de Teresina.

De acordo com o promotor Eny Pontes, além de interditar o estabelecimento, é necessário garantir que o local não volte a descumprir as normas sanitárias.  

“Não adianta interditar um estabelecimento que transgride a legislação sanitária reiteradas vezes e depois ele volta a funcionar sem ainda está cumprindo todas as exigências ou sem assumir uma responsabilidade de que daqui pra frente seguirá as normas sanitárias”, destaca Eny Pontes.

A Polícia Militar destacou que nos locais onde as pessoas teriam mais acesso à informação, é recorrente o descumprimento das medidas sanitárias do decreto estadual.

“O que nós temos visto ultimamente é exatamente uma desobediência contumaz e infelizmente a maioria são estabelecimentos na área leste da cidade, dos locais onde as pessoas em tese teriam o maior acesso à informação, teriam melhores condições do cumprimento dos decretos governamentais, então infelizmente é essa constatação que nós temos”, afirma o comandante do Policiamento Metropolitano, coronel Adriano de Lucena.  

Apelo da Vigilância Sanitária

A gerente de Vigilância Sanitária da FMS, Larisse Portela, faz um apelo para que a população continue obedecendo as medidas sanitárias de distanciamento social, utilização de máscaras, evitar aglomerações e também utilização de álcool 70º. 

“Lembramos que este ainda é um momento de cautela, por isso pedimos que todos tomem os cuidados necessários para que não sejamos vítimas de uma nova onda da Covid-19 na nossa cidade”, lembra Larisse Portela.

 

Rebeca Lima
[email protected]

Imprimir