Cidadeverde.com
Últimas

MP-PI e FFP lançam manual do torcedor com foco em redução de violência e medidas contra Covid

Imprimir

Fotos: Divulgação MP-PI

O Ministério Público do Estado do Piauí e a Federação de Futebol do Piauí (FFP-PI) lançaram nesta quarta-feira (29) o Manual do Torcedor Campeão. O objetivo da cartilha é transmitir de forma dinâmica e leve as informações sobre os direitos e deveres dos torcedores, bem como reforçar a importância da participação de todos na construção da paz e na prevenção dos atos de violência. A intenção é reforçar a segunrança dentro dos estádios no estado do Piauí, apesar das partidas estarem acontecendo sem a presença de público. 

O Piauí não tem jogos com a presença de público desde o início da pandemia de Covid-19 em meados de março 2020, mas apesar disso houve registro de casos recentes de violencia oriundos de torcedores, em especial torcidas organizadas. Um dos mais recentes os jogadores do River tiveram seu ônibus apedrejado e foram para confronto direto com a torcida, após emboscada por parte dos membros da torcida Esporão do Galo. O protesto nada pacífico aconteceu me abril desse ano quando o time disputava o Campeonato Piauiense e vivia fase difícil com riscos de rebaixamento

O material reforça também a necessidade dos torcedores observarem e cumprirem as normas e protocolos de combate à Covid-19 nas arenas desportivas do estado. “O Ministério Público já tem uma vasta atuação nessa questão da segurança nos estádios do Piauí, e tem trabalhado incessantemente para evitar os atos de violência. O futebol é um esporte que tem o objetivo de congregar as pessoas e não o de causar discordâncias. Assim, o MP quer contribuir para o desenvolvimento de um ambiente saudável nas arenas esportivas do nosso estado”, disse o Cleandro Moura, Procurador-Geral de Justiça do Piauí.

De acordo com promotora de justiça, Graça Monte, o principal objetivo é se antecipar dentro das situações no gramado e assim prevenir atos de violências. “Essa ideia nasceu a partir da percepção do crescente número de casos de violência nos estádios. O objetivo não é só atuar de forma reativa: a cartilha visa a ser um instrumento de prevenção às práticas de violência. As pessoas precisam compreender a necessidade de haver um respeito mútuo”, avaliou a titular da 32ª PJ.

Além de representante do MP-PI o lançamento teve a a participação da promotora de Justiça Graça Monte, titular da 32ª PJ, e do vice-presidente da Federação de Futebol do Piauí (FFP), Jaime Oliveira. 

No estado do Piauí no momento estão acontecendo as disputas da Série B do Piaueinse, que envolve clubes da capitão e interior, todos sem público e jogos do Piauiense Sub17. Ainda esse ano acontecem as disputas do Campeonato Piauiense de futebol feminino e eliminatórias da Copa do Nordeste e a FFP ainda estuda a entrega de documento junto as autoridades de saúde do estado para possibilidade de público nessas competições, porém já afirmou que o esforço maior gira em torno do retorno do público para o Campeonato Piauiense 2022. 

 

Pâmella Maranhão com informações do MP-PI
[email protected]

Imprimir