Cidadeverde.com
Últimas

Novo projeto de Vilton Soares beneficiará 1 milhão de jovens com bolsas de estudo on-line

Imprimir

Foto: Reprodução

Filho de professora, Vilton Soares é parte da segunda geração de uma família dedicada ao ensino, que sempre acreditou no poder transformador da educação


Grande empreendedor do segmento educacional no Nordeste, o professor Vilton Soares, coordenador do programa de escolas associadas da UNESCO, acaba de lançar um projeto de responsabilidade social com intuito de beneficiar, em até cinco anos, 1 milhão de jovens carentes no Brasil. Para isso, pretende ofertar bolsas de estudos gratuitas de curso preparatório para vestibulares em sua startup, a plataforma on-line Replay Edu. 

O Replay Edu possibilita a estudantes, de diferentes localidades, assistirem às aulas, realizarem exercícios, simulados e, ainda, tirarem dúvidas pela internet.  As aulas permitem uma maior flexibilidade de horário e as mentorias, ao vivo, promovem uma maior interação entre alunos, colegas e professores. Por ser on-line, o curso tem métodos educacionais específicos e dinâmicos.

Com o preparatório on-line, o estudante poderá otimizar o tempo para seletivas, como o ENEM e demais vestibulares, que ocorrem em todo o país. Isso, pois, assim como acontece em alguns cursos que adotam a modalidade de ensino à distância – EAD, os cursos on-line permitem aos alunos conciliarem os estudos com outras atividades da vida. Além disso, em tempos de isolamento social, oportuniza-se o estudo e a aprendizagem com maior segurança, já que cada estudante permanece em casa.

Filho de professora, parte da 2ª geração de uma família dedicada ao ensino, Vilton Soares sabe a importância da educação de qualidade na vida das pessoas. Dessa forma, por vivenciar o poder transformador da educação e do conhecimento, o empreendedor piauiense luta para que esse direito básico seja garantido a todas as crianças e adolescentes no país. 

“Temos prazer em ajudar na transformação de realidades por meio do ensino gratuito e de qualidade. Um dia, eu também recebi uma bolsa de estudo, soube aproveitar e, hoje, posso retribuir. Alegra-me muito acompanhar jovens transformando suas vidas e a de suas famílias através do conhecimento. Além disso, acredito que a gratidão dessas pessoas fará com que elas também sejam generosas no futuro”, ressalta Vilton Soares.
 

Foto: Reprodução

A startup Replay Edu é um preparatório para vestibulares com conteúdo aprofundado e assertivo focado na aprovação de estudantes


Essa iniciativa faz parte de uma série de ações que o educador piauiense vem desenvolvendo para transformar vidas por meio da educação. Recentemente, ele contribuiu com a inclusão de jovens de baixa renda no ensino superior, após oferecer bolsas de estudos gratuitas, com direito à acomodação, à alimentação, a material didático e a apoio pedagógico para estudantes, em parceria firmada com o desembargador federal e professor Wiliam Douglas. 

"A ideia surgiu durante a pandemia, quando muitos jovens ficaram impedidos de frequentarem a escola. Naquele momento, a rede pública não estava preparada para fornecer aulas on-line. Por outro lado, tínhamos lançado recentemente a plataforma de EAD para alunos das nossas escolas, então decidimos disponibilizar o acesso a milhares de estudantes. Nessa nova versão, poderemos, em até 5 anos, alcançar 1 milhão de alunos. Nesse contexto, nosso objetivo é proporcionar mais oportunidades para que estudantes de baixa renda e alunos de escolas públicas tenham condições igualitárias para disputar vagas de vestibular com quaisquer candidatos do Brasil. Na plataforma Replay Edu, os estudantes têm à disposição aulas com os melhores professores do Piauí, os quais também considero os melhores do Brasil”, destaca Vilton Soares.

Na startup Replay Edu, os estudantes têm acesso a aulas com conteúdo aprofundado e assertivo, com orientação focada no que realmente é cobrado nas provas, direcionado para a aprovação. Para ter acesso a essas bolsas, os alunos precisam, apenas, acessar o hotsite que será lançado no replayedu.com.br e, então, seguir as instruções que serão divulgadas em breve.

 


Da Redação
[email protected]

Imprimir