Cidadeverde.com
Geral

Trecho da Avenida Centenário será interditado para obras

Imprimir

Foto: Google Maps

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS) informa que o trecho na Avenida Centenário, no bairro Aeroporto, zona Norte, será interditado temporariamente, nesta quarta-feira (13) até segunda-feira (18), para obras de implantação da rede de esgotamento sanitário que serão realizadas pela empresa Águas de Teresina.

O trecho da Avenida ficará temporariamente interditado em razão dos trabalhos será no sentido Norte-Sul, entre as ruas Território Fernando de Noronha e Gonçalves Lêdo, nas proximidades da Praça Graça Leocádia.

A STRANS orienta aos condutores que durante esse período de interdição haverá mudança no percurso, o motorista que irá transitar no sentido Norte-Sul deverá seguir na avenida Centenário até a rua Gonçalves Lêdo, onde irá fazer uma leve curva à esquerda, seguirá pela faixa contrária da avenida até a rua Território Fernando de Noronha e fará uma leve curva à direita para seguir o fluxo normal. Já o condutor que que irá transitar no sentido Sul-Norte, deverá fazer a conversão à direita na rua Território Fernando de Noronha, e uma nova conversão à esquerda na rua Coelho de Resende, de onde seguirá até reencontrar a avenida Centenário.

O Coordenador de Engenharia da empresa Águas de Teresina, José Viana, explica que a obra visa implantar o coletor que irá recolher o esgoto do bairro Aeroporto até uma estação elevatória situada nas proximidades da praça do Itaperu.

“Essa estação elevatória irá retrocar o esgoto coletado nos bairros da zona Norte e direcionar até a estação de tratamento no Pirajá, essa obra visa trazer mais qualidade de vida a população da zona Norte da cidade”, destaca o Coordenador de Engenharia da Àguas de Teresina.

Os trabalhos serão executados e de responsabilidade da empresa Águas de Teresina, com o propósito de causar o mínimo de impacto no tráfego de veículos da região. Os trechos serão devidamente sinalizados.

Da redação
[email protected] 

Imprimir