Cidadeverde.com
Geral

Hospital Infantil apresenta 30% de ocupação de leitos de Covid; local segue com estrutura preparada

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O Hospital Infantil Lucídio Portela (Hilp), referência no atendimento de Covid-19 a crianças e adolescentes no estado, apresenta no momento, a média de ocupação de apenas 30% dos leitos destinados a doença na unidade. A informação foi confirmada ao Cidadeverde.com pela diretora técnica do hospital, médica Leiva Moura.

Segundo Leiva Moura, há nove leitos disponíveis no local e duas crianças de um ano de idade estavam internadas no hospital, uma delas já recebeu alta e a outra também deverá receber nesta sexta-feira (15). Assim, a unidade ficará sem pacientes no momento.   

“Desses nove leitos, nós estamos mantendo uma média de 20% a 30% de ocupação, com cerca de dois a três pacientes. Estávamos com pacientes, mas uma teve alta ontem à tarde e hoje o outro também vai de alta. Após a alta, ficaremos sem pacientes, apenas aguardando regulação de pacientes e leitos feito em conjunto pela FMS e SESAPI, nas Coordenações de Regulação”, informa a diretora técnica.

A diretora técnica destaca ainda que boa parte dos pacientes que chegam à unidade de saúde não confirmam para Covid-19 e após a realização de testes, eles são direcionados para outros setores.

“Desses pacientes a grande maioria não confirma para Covid, vêm com outras patologias e após o descarte da Covid, a gente encaminha para os outros setores”, explica Leiva Moura.

Apesar da baixa ocupação, a diretora ressalta que vêm sendo constatado um aumento de casos e que se for necessário, o Hospital Infantil está preparado para atender a uma demanda superior.

“Nós estamos percebendo um aumento de casos, os dados da vigilância epidemiológica também mostram isso, é provável que a gente tenha esse aumento. A estrutura infantil continua preparada e podemos até quadruplicar esses pacientes, caso seja necessário”, ressalta a diretora técnica.

Nessa quinta-feira (14), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), registrou a morte de um bebê de apenas dois meses, que faleceu vítima da Covid. A diretora técnica esclarece que ainda é preciso manter os cuidados e que os pais devem orientar seus filhos principalmente em idas ao colégio e passeios. 

“Quanto ao aumento de casos, em geral, é importante compreender que nenhuma medida isolada vai controlar a epidemia. Os pais devem ficar vigilantes aos riscos e ter bastante cuidado em fazer uma boa orientação quanto aos filhos na ida ao colégio e aos passeios. É preciso que todos assumam a responsabilidade, e mantenha os cuidados de higiene das mãos, com álcool gel, ou água e sabão, uso de máscaras e evitar as aglomerações. Além de aproveitar as oportunidades de vacinação”, alerta Leiva Moura.

Rebeca Lima
[email protected]

Imprimir