Cidadeverde.com
Geral

Canoa vira e cinco pessoas desaparecem no rio Parnaíba; Corpo de Bombeiros faz buscas

Imprimir

Foto: arquivo pessoal

Atualizada às 14h30
A secretária Municipal de Saúde de Antônio Almeida, Jamila Rocha, confirmou ao Cidadeverde.com que os corpos de Julianne Magalhães, 36 anos, e de sua filha Maria Júlia Bezerra Magalhães, 5 anos, foram localizados neste início de tarde.  

A canoa em que mãe e filha estavam virou em um trecho do Rio Parnaíba que tem média de 15 metros de profundidade. O Cidadeverde.com apurou que Julianne Magalhães conseguiu nadar por um certo tempo quando a barco afundou, mas como não viu a filha, retornou ao local do acidente e desapareceu no rio. 

Os corpos foram levados para UBS do município, que tem um médico legista no local.  Equipes do Corpo de Bombeiros seguem as buscas para encontrar o corpo de Fernanda Pereira dos Santos, 18 anos, que era babá de Maria Júlia. A suspeita é que ela esteja em uma área de vegetação no fundo rio.

Julianne era professora da rede municipal e a tragédia causou comoção no município.

Das cinco pessoas que desapareceram no acidente, quatro tiveram os corpos encontrados. Além de Julianne e a filha, foram achadas sem vida Elissandra Barros Siqueira, 21 anos, e Josilene Araújo Brito, 38 anos. 

Foto:EnviadaaoCidadeverde.com

Foto: Reprodução/Redes sociais

Atualizada às 11h45

O Corpo de Bombeiros localizou duas pessoas – das cinco – que desapareceram no rio Parnaíba na cidade de Antônio Almeida (a 395 km de Teresina). A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde do município, Jamilla Martins da Rocha. Foram encontradas sem vida Elissandra Barros Siqueira, 21 anos, e Josilene Araújo Brito, 38 anos. Os corpos estão na Unidade Básica de Saúde Napoleão da Costa Veloso, que fica na cidade de Antônio Almeida.

Onze pessoas – de três famílias – passeavam ontem à tarde no rio Parnaíba quando a canoa afundou. Seis conseguiram sobreviver e cinco estavam desaparecidas. Os Bombeiros, Polícia Militar e pescadores fazem buscas de mãe, filha e babá. 

Quem estão desaparecidas:

Julianne Bezerra Magalhães, 36 Anos
Maria Júlia Bezerra Magalhães, 5 anos (Filha de Julianne)
Fernanda Pereira dos Santos, 18 Anos

A secretária de Saúde, Jamilla Martins, informou que a cidade está em comoção e todos chocados com a tragédia. A Prefeitura e parte do comércio estão fechados. 

“Estamos todos sem cabeça, uma comoção geral na cidade e acompanhando as buscas”, disse.

Ao Cidadeverde.com, o prefeito de Antônio Almeida, Marcelo Toledo(PSB) informou que decretou luto oficial de três dias por causa da tragégia. Ele destaca que o clima de comoção tomou conta do pequeno município, que possui cerca de 4200 habitantes. 

Ainda de acordo o gestor, cidades da região, como Porto Alegre do Piauí, também estão auxiliando nas bucas pelas três vítimas que seguem desaparecidas. 

Foto: arquivo pessoal


Josilene Araújo Brito, 38 anos, encontrada sem vida no rio Parnaíba

O passeio fica a cerca de 20 km da cidade de Antônio Almeida e eles estavam em canoa que pertence ao marido de Julianne Bezerra, que está desaparecida. O marido sobreviveu e acompanha as buscas. 

A enfermeira Franceline Pimentel, que esteve ontem no local  disse que os sobreviventes estavam todos desesperados. “Nenhum estava ferido, mas muito abalados emocionalmente”, disse a enfermeira. 

Atualizada às 9h

Uma canoa com 11 pessoas naufragou no final da tarde deste domingo (17) durante um passeio nas águas do rio Parnaíba, no município de Antônio Almeida,  distante cerca de 400 km ao sul de Teresina. Pelo menos cinco ocupantes da embarcação, incluindo uma criança, seguem desaparecidos até a manhã desta segunda (18). 

As vítimas que seguem desaparecidas são três mulheres adultas, uma adolescente de 16 anos e uma criança de apenas quatro anos: 

  • Julianne Bezerra Magalhães, 36 Anos
  • Maria Júlia Bezerra Magalhães, 5 anos (Filha de Julianne)
  • Jocilene Araújo Brito, 38 Anos
  • Elissandra Barros Siqueira, 21 Anos 
  • Fernanda Pereira dos Santos, 18 Anos

Equipes do Corpo de Bombeiros foram deslocadas para a região para iniciar as buscas, com auxílio de pescadores que trabalham pelo local. De acordo com o tenente Lucas Xavier, comandante do Corpo de Bombeiros de Floriano, dois mergulhadores estão no local para tentar localizar as vítimas.

“O Corpo de Bombeiros já se encontra na localidade com equipe de dois mergulhadores e outros dois militares. As buscas vão ser iniciadas agora pela manhã”, informou o tenente. 

O acidente aconteceu no povoado Macaúba, zona rural do município de Antônio Almeida, em um trecho que faz parte da barragem de Boa Esperança. De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar, o grupo passeava na região por volta das 16h30, quando começou a entrar água na embarcação, ocasionando o naufrágio. 

 

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com 

Rio Parnaíba - Ilustrativa 

 

As causas do acidente ainda devem ser apuradas. Nas redes sociais, moradores da região e familiares das vítimas lamentaram a situação. 

Veja mais:

Mãe sobrevive, mas volta para buscar filha e desaparece no rio

 

Aguarde mais informações

 

 

Natanael Souza e Yala Sena
[email protected] 

Imprimir