Cidadeverde.com
Política

Novo presidente da Monsenhor Chaves se reúne com equipe e discutirá Carnaval 2022

Imprimir

Foto: Yala Sena

Sheyvan Lima e Ênio Portela 

O novo presidente da Fundação Cultural Monsenhor Chaves, Ênio Portela, 35 anos, informou ao portal Cidadeverde.com que uma das prioridades, até o final do ano, é definir o Carnaval 2022 e fechar as atividades do Natal da cidade. 

Hoje, Ênio Portela realizou uma reunião com equipe da Fundação Monsenhor Chaves e garantiu que dará continuidade aos projetos deixados pelo ex-presidente Sheyvan Lima, que foi exonerado do cargo. Participou da reunião Sheyvan Lima, o deputado estadual, Evaldo Gomes, do Solidariedade e a vereadora Fernanda Gomes (Solidariedade). 

Ênio Portela é empresário, advogado, produtor cultural. Ele é idealizador do bloco de rua, Batatinha do Louah, que acontece no bairro Jóquei Clube. É a primeira experiência dele à frente do um órgão público e foi indicado pelo Solidariedade.  

A programação do Corso e do Carnaval do próximo ano está sendo discutida, mas o novo presidente garantiu que vai analisar e consultar os órgãos sanitários. 

“Precisamos ter autorização dos órgãos sanitários. Não vamos fazer nada sem autorização dos órgãos sanitários. Isso deve ser discutido até o final do ano. Os números da pandemia estão melhorando a cada dia e com fé em Deus estamos com expectativa que vai ter carnaval”, disse o presidente.  

Ênio garantiu que tem uma boa relação com Sheyvan e que ele irá ajudá-lo no processo de transição.

Sheyvan disse que a saída da Fundação acontece de forma tranquila e acordado com o partido. Ele agora vai ajudar o deputado Evaldo Gomes a fortalecer o Solidariedade para as eleições 2022. 

 

Flash Yala Sena
[email protected]

Imprimir