Cidadeverde.com
Geral

Mais de 500 entregadores foram assaltados em 2021 em Teresina, diz associação

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com 

Um grupo formado por entregadores por aplicativo se reuniu nesta segunda-feira (01)  na lateral do Shopping Rio Poty, na zona norte de Teresina, para manifestar por mais segurança, melhores condições de trabalho e criação de auxílio combustível, por parte do Governo do Estado.

De acordo com a categoria, a falta de segurança e o aumento excessivo dos no preço do combustível tem feito muitos trabalhadores desistirem da profissão. Dados levantados pela Associação dos Entregadores por Aplicativos e Delivery do Piaui (ASSENAPP-PI) apontam que mais de 500 entregadores por aplicativo já foram vítimas de assalto somente nos primeiros 10 meses de 2021.

“Muitos têm suas motos roubadas, o que dificulta a vida do trabalhador. Precisamos do apoio do poder público para ter segurança. Inclusive, tendo um ponto de apoio onde os entregadores vão aguardar o pedido. Podendo, inclusive, descansar, fazer necessidades, e ter mais segurança”, pontuou o presidente da associação, Julio César Sousa. 

O presidente da associação destacou ainda que a categoria vem sofrendo também com assaltantes que têm usado equipamentos próprios da profissão para se disfarçarem e cometerem uma série de assaltos em Teresina. 

“A bandidagem está se aproveitando da falta de segurança no município de Teresina para se passar por entregadores, se disfarçando para poder fazer assaltos”, acrescentou.

Segundo a associação, atualmente, o Piauí conta com mais de 9 mil pessoas que trabalham como entregadores por aplicativo. Só em Teresina esse número ultrapassa os 6 mil. 

Com o aumento da gasolina, principal combustível utilizado pelos motociclistas, muitos entregadores têm desistido da profissão ou reduziram a carga horário de trabalho. 

“Não temos um número específico de quantos entregadores deixaram a profissão. Mas o número é bem grande. Algum abandonaram, outros decidiram trabalhar só um turno. Estamos atrás de melhorias justamente para ajudar toda a categoria. O auxílio combustível ajudaria muito a manter esses profissionais”, destacou Julio Cesar. 

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com 

Estacionamento 

A manifestação, marcada para iniciar as 9h, antecede uma reunião que representantes da Associação dos Entregadores por Aplicativos e Delivery do Piaui (ASSENAPP-PI) terão com a direção do shopping. 

“Queremos que eles aumentem o tempo de estacionamento. Não tem condição da gente estacionar, ir até o estabelecimento, esperar o pedido e sair do shopping em 15 min. Precisamos quer eles aumentem esse tempo”, frisou Julio César.


Flash Nataniel Lima
[email protected] 

Imprimir