Cidadeverde.com
Entretenimento

Jornalista e colunista Cristiana Lôbo morre aos 63 anos

Imprimir

Foto: Reprodução/Globonews

A jornalista e colunista de política da GloboNews Cristiana Lôbo morreu nesta quinta-feira (11), em São Paulo, em decorrência de um quadro de saúde que envolvia tratamento contra um câncer e uma pneumonia contraída recentemente, informou a emissora.

Ela tinha 64 anos e estava internada no hospital Albert Einstein.

Cristiana se tratava havia alguns anos de mieloma múltiplo, um tipo de câncer de sangue que atinge pessoas com mais de 50 anos.

A jornalista iniciou a carreira em Goiás e, em Brasília, trabalhou nas coberturas de saúde e educação, mas foi na área política que teve seu maior destaque, inicialmente nos jornais O Globo e O Estado de S. Paulo.

Desde 1997 na GloboNews, o canal de notícias 24 horas do Grupo Globo, ela integrou o time de frente da emissora na apuração dos bastidores e na análise do mundo político, integrando a equipe de comentaristas do Jornal das Dez.

Ela também comandou por anos o programa de análise Fatos e Versões, em que conversava sobre temas de relevância da política e da economia com jornalistas convidados.

Em uma rede social, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que a jornalista era uma profissional com quem "todos nós gostávamos de conversar".

"Que ouvia, ouvia e ouvia. Mas falava, falava e falava. Analisava tudo em um único café. Antecedia os fatos, antecedia as crises. Via a notícia antes mesmo dela existir", escreveu. "Não quero hoje fazer uma nota formal. Apenas expressar todo meu respeito e admiração."

"A Cristiana era amiga, carinhosa, generosa, abria as portas a todos os jovens jornalistas que chegavam a Brasília. Ensinava, pegava na mão, dava conselhos e nos divertia. Uma baita jornalista, referência para a profissão. Hoje é um dia muito triste. Ela fará muita falta", afirma Leandro Colon, diretor da sucursal de Brasília do jornal Folha de S.Paulo.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir