Cidadeverde.com
Cidades

Scanner ajuda polícia a descobrir furto de hidrômetros e fios em Teresina

Imprimir

Foto: Sefaz-PI

Inaugurado no final de outubro, o Raio X ou Scanner instalado no posto fiscal da Tabuleta, ajudou a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e Contra as Relações de Consumo (Deccoterc), a descobrir um esquema criminoso que furtava materiais de empresas de Teresina, como hidrômetros e fios de cobre. A operação terminou com uma pessoa presa nesta quinta-feira (11).

O suspeito já vinha sendo monitorado pela polícia. A carga irregular estava escondida embaixo de latinhas para tentar passar pelo equipamento sem levantar suspeitas. Todo o material apreendido seria vendido em Fortaleza, no Ceará.

"O scanner é muito útil na identificação de mercadorias que em geral ficam escondidas na carga. Geralmente colocam outras mercadorias regulares por cima que não causem suspeita. No caso dos hidrômetros, nós conseguimos identificar que eles estavam escondidos embaixo de latinhas de alumínio", afirma o coordenador de fiscalização itinerante, Antonio Cleiton.

O Raio X faz parte do sistema integrado de fiscalização do Posto Fiscal da Tabuleta, que contempla ainda balanças e circuito de câmeras, dentre outros equipamentos.

Com estes equipamentos, o Posto Fiscal tem tecnologia para detectar placas com o devido registro das mesmas em banco de dados específico; câmeras de grande alcance e qualidade de imagem para monitoramento de veículos e cargas.

"O scanner foi essencial. A gente pegou o caminhão no dia anterior à noite, pois já vínhamos investigando. Tínhamos quase certeza que ali tinha algo irregular, quando o veículo passou pelo scanner detectamos os hidrômetros, o cobre, mas não imaginávamos a quantidade encontrada. Quando o carro passa ele mostra tudo. Isso é altamente valioso", disse o delegado João José, responsável pelas investigações.

O veículo precisou ser levado para uma área aberta e com o auxílio de uma empilhadeira todo o material foi retirado do caminhão e a carga irregular encontrada.

Da Redação
[email protected]

Imprimir