Cidadeverde.com
Esporte

Stael Torres conquista bronze no Brasileiro Sênior de Judô e vaga na seletiva Paris 2024

Imprimir

Foto: Arquivo Pessoal 

O Piauí voltou a subir ao pódio no cenário nacional do judô. O Campeonato Brasileiro Sênior aconteceu em Pindamonhongaba (SP) e Stael Torres (-90kg) voltou com o bronze e garantiu de quebra vaga na Seletive Paris 2024. 

O piauiense Stael Torres competiu na categoria médio (-90kg) e voltou para o estado com a medalha de bronze a única conquistada pelo Piauí no Brasileiro Sênior de Judô a categoria teve 15 inscritos. Marcelo Augusto Silva foi o campeão da categoria, atleta do Rio Grande do Sul. Eduardo Bettoni (MG) ficou com a prata e Marcelo Contini (SP) e Stael Torres, do Piauí fecharam o pódio ficando com as medalhas de bronze. 

Stael Torres (-90kg) fez duas lutas e acabou caindo para Marcelo Gomes que foi campeão da categoria, mas foi para repescagem e após mais duas lutas conseguiu garantir a medalha de bronze. Através das redes sociais o atleta piauiense agradeceu aos amigos, o irmão Stanley Torres e também ao seu técnico Queiroz Filho. "Queiroz Filho obrigada por sempre acreditar em mim, me incentivar, com certeza é o melhor técnico do Brasil. Eu estou feliz demais. Sou o terceiro melhor judoca do país e classificado para seletiva olímpica Paris 2024", escreveu Stael. 

Foto: Canal Olímpico Brasil

Além de Stael, o seu irmão Stanley Torres multicampeão e um dos principais nomes do naipe masculino do estado também disputou a competição nacional, mas acabou encerrando sua participação na categoria meio-médio (-81kg) na quinta colocação entre 20 atletas que se inscreveram para o torneio em Pindamonhangaba (SP).  

A etapa masculina encerrou a série de quatro etapas de Campeonato Brasileiro (Sub-21 e Sênior), que marcaram o retorno das competições nacionais organizadas pela Confederação Brasileira de Judô após o período de paralisação do calendário durante a pandemia de covid-19.  

A próxima parada do judô brasileiro é na Seletiva Nacional - Projeto Paris 2024, que vai acontecer na mesma estrutura dos Brasileiros e define a formação da seleção brasileira principal para rodar o Circuito Mundial em 2022. Todos os medalhistas dos dois Brasileiros (Sub-21 e Sênior), no caso, o piauiense Stael Torres também, classificaram-se para a Seletiva que vai dar duas vagas (por categoria) na equipe principal. 


 

Pâmella Maranhão 
[email protected]

Imprimir