Cidadeverde.com
Geral

Mãe descobre estupro de filha de 7 anos assistindo vídeo no celular

Imprimir

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) deu cumprimento a mandado de prisão preventiva contra um suspeito de estuprar a enteada de sete anos de idade e gravar o crime. A delegada Lucivânia Vidal, titular da especializada, conta que as investigações tiveram início em outubro deste ano após a mãe da vítima flagrar as imagens armazenadas no celular do agora ex-companheiro. 

Foto: arquivo Cidadeverde.com

"A mãe veio à DPCA registrar o fato após ver as cenas gravadas no celular. Ele praticando atos libidonos contra a enteada de sete anos. O caso foi registrado, instaurado inquérito policial e colhidas todas as provas. Diante de tudo, principalmente a prova mais robusta que era justamente esse vídeo, representamos pela prisão e hoje foi dado cumprimento", explica a delegada. 

O crime ocorreu na zona Leste de Teresina. O suspeito- que tem 26 anos de idade- foi preso na casa da mãe nesta quinta-feira (02), no bairro Satélite, situado na mesma região. 

Segundo Lucivânia Vidal, em depoimento, o padrasto confessou o crime que, segundo ele, teria cometido mais de uma vez.  

"Ele confessou e disse que não sabe o motivo de ter feito isso. Chegou a chorar, o que não minimiza o crime. O perfil dele é típico de um abusador que tem parentesco familiar com a vítima, aproveita da confiança da vítima, promete alguma coisa. Ele se aproveitava da autoridade de cuidador", completa a titular da DPCA. 

O suspeito foi encaminhado à Central de Flagrantes e será levado para audiência de custódia nesta sexta-feira (03). 

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir