Cidadeverde.com
Últimas

Dono do hit "Coração Cachorro", cantor Ávine Vinny é preso suspeito de ameaçar ex

Imprimir

O cantor Ávine Vinny, 32 anos, conhecido pelo hit "Coração Cachorro" em parceria com Matheus Fernandes, foi preso na noite desta segunda-feira (13) em Fortaleza, Ceará, após ter ameaçado a ex-mulher. A informação foi divulgada pelo jornal O Povo.

Segundo a publicação, Ávine teria feito as ameaças contra Laís Holanda através de uma ligação. A reportagem de Splash entrou em contato com assessoria do cantor e a gravadora Sony Music.

A SSP-CE (Secretaria de Segurança Pública do Ceará) e a PC (Polícia Civil) estadual também foram procuradas por Splash, que aguarda retorno.
CARREIRA

Ávine Vinny viu o hit "Coração Cachorro" ser uma das 50 músicas mais tocadas no Spotify em novembro de 2021. A canção foi classificada na playlist "Billboard Global Excl US", da Billboard, importante publicação norte-americana que traz as canções mais ouvidas da semana.

Em entrevista recente ao programa "The Noite", apresentado por Danilo Gentili, o cantor afirmou que está feliz com o hit e está com mais de 80 shows para dezembro e janeiro de 2022.

O refrão do seu maior sucesso traz a melodia de "Same Mistake", canção do cantor inglês James Blunt, de 2007. O britânico, inclusive, gravou um vídeo em que dança a música e parabenizou Ávine Vinny pelo sucesso.

"A partir daí, as gravadoras se falaram, mas eu trocar ideia com ele ainda não. Mas acho que vai rolar", disse o cantor após o britânico dizer que "mandaria a conta bancária".

O artista também afirmou ser evangélico durante a atração do SBT. Ele diz cantar na igreja desde os 12 anos, mas não conseguiu seguir carreira gospel. Em conversa com a Folha de S. Paulo no último mês, ele chegou a anunciar que lançaria um feat com Zé Vaqueiro

Ávine Vinny começou a carreira de cantor em 2009 e também fez parcerias com os artistas Xandy, Solange Almeida, Mateus e Kauã, Jorge e Matheus.

Ele fez parte da banda "Xé Pop" aos 20 anos, mas optou pela carreira solo e hoje faz parte da Vybbe, produtora comandada pelo artista Xand Avião.

Em caso de violência, denuncie

Ao presenciar um episódio de agressão contra mulheres, ligue para 180 e denuncie.

Casos de violência doméstica são, na maior parte das vezes, cometidos por parceiros ou ex-companheiros das mulheres, mas a Lei Maria da Penha também pode ser aplicada em agressões cometidas por familiares.

Também é possível realizar denúncias pelo número 180 -a Central de Atendimento à Mulher, que funciona em todo o país e no exterior, 24 horas por dia. A ligação é gratuita. O serviço recebe denúncias, dá orientação de especialistas e faz encaminhamento para serviços de proteção e auxílio psicológico. O contato também pode ser feito pelo WhatsApp no número (61) 99656-5008.

A denúncia também pode ser feita pelo Disque 100, que apura violações aos direitos humanos.

Há ainda o aplicativo Direitos Humanos Brasil e a página da Ouvidoria Nacional de Diretos Humanos do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Vítimas de violência doméstica podem fazer a denúncia em até seis meses.

Caso esteja se sentindo em risco, a vítima pode solicitar uma medida protetiva de urgência.

Fonte: Folhapress

Imprimir