Cidadeverde.com
Política

Governador divulga tabela de pagamento 2022 e abono para professores; veja datas

Imprimir

Foto: Roberta Aline

Em coletiva, o governador Wellington Dias (PT) anunciou nesta terça-feira (14) que a partir de 2022 o governo do estado fará o pagamento do servidor dentro do mês. Segundo ele, o pagamento de janeiro vai iniciar dia 25 e encerrar no dia 31. Na solenidade, ele anunciou que foi autorizado a liberação de R$ 62 milhões a título de abono para professores. 

A nova tabela atinge mais de 90 mil servidores públicos ativos e inativos.

 

A exemplo de 2021, a tabela continua com duas faixas salariais, no entanto, pela primeira vez, toda a folha de pagamento será paga dentro do mês.

Segundo a tabela, quem ganha até R$ 2 mil, por exemplo, receberá o salário na maioria dos meses no dia 25. Já quem ganha acima de R$ 2000 receberá seus proventos entre os dias 28 e 31, a depender do calendário do mês.

O governador Wellington Dias lembrou de quando assumiu o mandato em 2003, onde os salários dos servidores estavam atrasados.

"Era estranho ter uma situação em 2003 com os salários atrasados. Na capital recebia numa data e no interior outra data. Fizemos um esforço de lá pra cá que tinha o propósito de organizar o estado. Agradeço ao empenho de toda a equipe. Com esse controle podemos garantir um calendário anual de pagamento e uma capacidade de investimentos próxima de 10%. Sendo assim, é com muita alegria que anunciamos que em 2022 vamos ter as condições de ter um pagamento dentro do mês em todos os meses. É uma medida muito importante para a economia", disse o governador.

A segunda parcela do 13º salário de 2022, de acordo com a tabela, será paga até o dia 19 de dezembro. A primeira, como é tradição no Piauí, é paga no aniversário do servidor.

“Após conseguirmos pagar os servidores até o 5º dia útil em 2021, estamos mais uma vez encurtando a tabela e, graças a equilíbrio financeiro do estado, pela primeira vez vamos pagar todos os servidores dentro do mês por todo o ano”, disse o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles.

Em 2021, o governo vem antecipando a tabela de pagamento para antes do 5º dia útil do mês desde agosto deste ano. Em outubro, pela primeira vez na história do Piauí, toda a tabela foi paga dentro do mês.

“A nova tabela de pagamento é reflexo do trabalho consistente de organização das Finanças Estaduais, pois mesmo diante de um cenário de crise, o Estado está conseguindo honrar o pagamento dos servidores públicos dentro do mês, e esses recursos são fundamentais para a movimentação da economia e geração de renda”, disse o superintendente do Tesouro Estadual, Ricjardeson Dias.

Os servidores do Piauí também já estão com a 2ª parcela do 13º salário no bolso. Ela foi paga no dia 15 de outubro, injetando pelo menos R$ 200 milhões na economia do Piauí. Pela tabela, a 2ª parcela só seria paga em 18 de dezembro.

Abono salarial 

O governador anunciou um abono salarial para os servidores ativos da Educação estadual na ordem de R$ 62 milhões, oriundos de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). 

“Autorizei agora a pouco a partir de um parecer, a Procuradoria-Geral, a Secretaria de Administração e a Secretaria de Fazendo, tomarem as providências, com a necessidade apontada pela Procuradoria, um Projeto de Lei em que estamos autorizando um pagamento equivalente a R$ 62 milhões a título de abono para os profissionais da educação. Temos uma regra que coloca a obrigação de cumprir uma meta de 25% sob as receitas e outra meta em especial que o dinheiro do Fundeb, temos a obrigação com uma mudança Legislativa, de aplicar no mínimo 70% para o pagamento de pessoal. Fizemos um balanço e tem esse saldo e o que vamos fazer com esse valor? Vamos fazer o pagamento de um extra”, explicou o governador. 

O secretário Rafael Fonteles (PT), explicou que o benefício será possível através de um Projeto de Lei que será encaminhado para a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). Segundo o gestor, o abono será pago de forma proporcional entre os servidores que trabalham 20h e 40h.

Reajuste de 10%

Wellington Dias informou também que autorizou o aumento do reajuste para os servidores estaduais de 8,8% para 10%. Outra mudança em relação a proposta inicial será antecipação do pagamento, que antes ocorreria no mês de maio e agora será a partir de abril. 

“Quero comunicar para os servidores que acatamos as sugestões apresentadas e também os parlamentares, que através do diálogo fizeram essa proposta e acatamos e se Deus quiser a Assembleia Legislativa na forma regimental vai aprovar”, disse.

 

Flash Yala Sena e Paula Sampaio (Com informações do governo)
[email protected]

Imprimir