Cidadeverde.com
Geral

Suspeito deixa cair RG na cena do crime, registra BO e é preso

Imprimir

O suspeito de matar o morador de rua Deusdete Nonato Gomes na praça João Luís Ferreira, no centro de Teresina, foi preso nesta quarta-feira (15), em São Luís, no Maranhão. A localização do investigado foi descoberta após ele registrar boletim de ocorrência informando sobre a perda dos documentos pessoais que, de acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), ele mesmo teria deixado cair na cena do crime. 

Jefferson Bezerra Marinho, conhecido como Treva ou Jim Jerry, foi preso em cumprimento a mandado de prisão. Investigação da Delegacia de Desaparecidos do DHPP apontou que o suspeito, que também é morador de rua, teria cometido o crime após um desentendimento com a vítima. O crime ocorreu em março deste ano. 

"No dia do crime, durante a tarde, a vítima e outros moradores de rua tiveram um desentendimento com o suspeito devido a espaços na praça João Luís Ferreira, bem como pela divisão de alimentação. Na madrugada do dia 16 de março, a vítima estava descansando, juntamente com outros moradores de rua que testemunharam tudo, quando foi surpreendido a facadas  e morreu no local", informou o DHPP. 

Após o crime, o suspeito acabou deixando cair a carteira com todos os documentos, inclusive o RG, na tentativa de fugir. 

"Como o suspeito havia perdido seus documentos pessoais e, portanto, teria que reavê-los, os investigadores do DHPP realizaram diversas diligências, levantamentos e descobriram que ele havia realizado um boletim de ocorrência na cidade de São Luis no estado do Maranhão. Com isso, em contato com os policiais civis daquele estado, foi montada uma estratégia e um efetivo plano para a realização da devida prisão", informou o DHPP. 

Jefferson Bezerra Marinho ainda será ouvido. O DHPP disponibiliza o número 181 para denúncias anônimas.

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir