Cidadeverde.com
Vida Saudável

Cuidados com a pele no verão: tratamentos caseiros podem ser prejudiciais?

Imprimir

Foto: Freepik




Para muitas pessoas, a chegada do verão significa aumento da preocupação com a estética. Segundo o Google, as palavras relacionadas ao cuidado com a pele são muito mais buscadas em dezembro e janeiro do que nos meses de inverno.

Além do aumento pela busca por procedimentos, cresce também o número de pessoas que recorrem à tratamentos caseiros, disponíveis aos montes pela internet. No entanto, os especialistas alertam que é preciso cautela antes de seguir essas receitas supostamente milagrosas.

Segundo a fisioterapeuta dermato-funcional Paula Mota Vasconcelos, receitas de tratamentos caseiros de pele à base de mel podem desequilibrar o pH da pele, além de não ter eficácia e nem segurança comprovada.

“Trata-se de um produto que possui de fato propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes quando ingerido. No entanto, pode desequilibrar o pH cutâneo, e aumentar os riscos de afecções maiores, como rosácea, dermatite e alergias, ou ainda proliferação de fungos”, explica a especialista.

Outro grande vilão das receitas caseiras é o limão. De acordo com Paula, na maioria das vezes ele produz um efeito contrário ao que é prometido.

“Muitas pessoas o utilizam esperando se livrar de manchas. No entanto, o limão possui uma substância fotossensível chamada furocumarina que, quando exposta ao sol, provoca uma queimadura na pele, manchando-a ainda mais”, alerta a fisioterapeuta.

A profissional esclarece, ainda, que há produtos em casa que podem ser usados eventualmente na pele, como é o caso do café para esfoliação, por exemplo. Mas, ela alerta que ainda assim é indispensável a consulta com um profissional, porque os grânulos irregulares do produto podem arranhar a pele se utilizados de forma errada. Além disso, Paula lembra que nem toda pele tem indicação de ser esfoliada.

Por fim, para as pessoas que buscam tratamentos de forma pontual ou resultados em curto prazo, a especialista afirma que não existe milagre. 

“Estética não é matemática, portanto, para conseguir os melhores resultados, além de ter a orientação de profissionais qualificados, são necessários uma dieta adequada e atividades físicas. No caso do verão, dicas que valem para todas as pessoas são buscar a utilização de um bom sabonete líquido para ajudar na hidratação e um creme de qualidade que proteja a barreira da pele. Essas são apenas algumas das formas de evitar danos causados por sol, mar e areia”, finaliza a especialista.


Da Redação
[email protected]

Imprimir