Cidadeverde.com
Geral

Arcebispo de Teresina diz que fraternidade deve ser predominante

Imprimir

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Em mensagem de Natal, o arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito, disse que a fraternidade deve ser predominante e que a data  represente a esperança por dias melhores. O religioso relembrou o nascimento de Cristo, a necessidade de manter a fé também diante do enfrentetamento à pandemia da Covid-19. 

“O Natal é a festa do encontro. Encontro de Deus conosco, os seus filhos. Encontro de homens e mulheres com o nosso Deus. Jesus é aquele que realiza esse encontro. Façamos do encontro com Ele o ponto de partida para a união com os outros. Não é a indiferença que predomina, mas a fraternidade que acolhe, pois se tenho Jesus no coração, eu também me abro para todos aqueles que me cercam”, disse o arcebispo. 

Ao celebrar a data, Dom Jacinto disse que o momento é também de resgatar a humanidade decaída pelo pecado.

 

“O povo que andava nas trevas viu uma grande luz. A luz resplandeceu. E esta luz, homens e mulheres do século 21, é Jesus. Esta luz brilha em meio à pandemia que infelizmente ainda não foi totalmente erradicada. Esta luz brilha em meio à depressão, desemprego, pobreza extrema, fome, desagregação familiar e tantas outras trevas que ainda envolvem a humanidade”, disse Dom Jacinto Brito que  missa solene na véspera do Natal, na Catedral de Nossa Senhora das Dores, e neste sábado (25), dia de Natal, preside solenidade em uma casa de acolhimento para idosas.

Veja a programação de missas para hoje (25).


Com informações Arquidiocese de Teresina
[email protected]

Imprimir