Cidadeverde.com
Geral

Céu de Teresina registra “Halo Solar”, fenômeno que indica chuva

Imprimir

Foto: Mauro Costa

Um fenômeno no céu chamou a atenção do teresinense nesta terça-feira (28). A capital registrou durante a manhã, um Halo Solar, fenômeno óptico ocasionado pelo surgimento de um círculo ao redor do sol. Vários internautas postaram fotos do fenômeno nas redes sociais.

Segundo o climatologista Werton Costa, o Halo Solar ocorre sempre na presença de nuvens muito altas, as chamadas nuvens círrus. 

“São nuvens que possuem aspecto fibroso e são formadas por minúsculos cristais de gelo. Não é uma nuvem líquida, é uma nuvem sólida e muito delicada. Esses cristais têm um formato hexagonal. Quando a luz solar atravessa esses cristais que estão em suspensão, a luz é fracionada e na física, a gente sabe que a luz branca contém todas as outras luzes. Ela forma um fenômeno óptico semelhante ao arco-íris, porém, ele tem o formato circular por causa do formato hexagonal do cristal”, explica.

De acordo com Werton, a presença de um Halo Solar indica umidade no céu, que pode ocasionar chuvas.

“Ele é um indicador de umidade, ou seja, tem muita umidade no alto do céu, na parte superior do céu. Essa presença de água é indicadora de chuva, que estamos dentro do período chuvoso. A presença do Halo significa que umidade está sendo transportada até nós e que haverá a possibilidade de chuva nas próximas horas. É uma espécie de previsão do tempo natural”, afirmou.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir