Cidadeverde.com
Últimas

FMS divulga cronograma de vacinação para a primeira semana de Janeiro de 2022

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com 

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) divulgou nesta quinta-feira (30) o cronograma de vacinação contra a Covid-19 para a primeira semana de janeiro de 2022. Hoje, a FMS também abre agendamentos para dose de reforço e 2ª dose da Pfizer.

Às 16h, o site Vacina Já abre para agendamento da dose de reforço (vacina Pfizer), respeitando o intervalo mínimo de 4 meses após a 2ª dose, para pessoas com esquema inicial de Pfizer, Coronavac ou AstraZeneca.

Já às 18h é a abertura de vagas para segunda dose de Pfizer até dia 06 de fevereiro, respeitando intervalo mínimo de 3 semanas entre as doses 1 e 2.  As vagas dos agendamentos serão para dias 3 a 7 de janeiro.

Drives-thru

Os drives, sem agendamento, continuam também a partir do dia 3 de janeiro nos terminais do Livramento, Zoobotânico, Buenos Aires e Parque Piauí, de 9h às 17h.

Os drives ofertarão:

  • 1ª dose (12 anos ou mais);
  • 2ª dose Pfizer (intervalo mínimo de 3 semanas entre as doses 1 e 2) Coronavac e Astrazeneca (intervalo mínimo de 4 semanas entre as doses 1 e 2);
  • Dose de reforço (respeitando intervalo mínimo de 4 meses após a 2ª dose).

A FMS passou a adotar, desde o dia 21 de dezembro, as novas determinações do Ministério da Saúde para a aplicação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19. A principal delas é a redução para quatro meses do intervalo entre reforço e segunda dose, para a população em geral com 18 anos e mais.

A exceção será para gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), que continuam seguindo o intervalo de cinco de meses da dose anterior. Outra mudança será no esquema das pessoas imunossuprimidas, que, após a administração da dose adicional, deverão tomar mais uma dose de reforço (4ª dose) com quatro meses.

As regras são válidas para pessoas que cumpriram seu esquema com as vacinas Coronavac, AstraZeneca e Pfizer. Aqueles que tomaram Janssen seguem com o mesmo esquema já adotado, que é a administração da segunda dose (dose de reforço) com o mesmo imunizante em um intervalo de no mínimo dois meses do esquema primário.

 

Da Redação (Com informações da FMS) 
[email protected] 

Imprimir