Cidadeverde.com
Política

Silvio Mendes recebeu “bênção” do PSDB no Piauí para trocar de partido, diz Edson Melo

Imprimir

Foto: Arquivo Cidade Verde

O presidente municipal do PSDB, Edson Melo, afirmou nesta sexta-feira (21) o pré-candidato Silvio Mendes (PSDB) recebeu a “bênção” do PSDB no Piauí para trocar de partido. Os dois líderes terão uma reunião nesta tarde para debater sobre essa nova configuração partidária. 

Segundo o vereador, os tucanos apoiarão a candidatura do médico, independentemente, da sigla na qual ele desembarcará. Entre as legendas cotadas estão o próprio Progressistas e o União Brasil.

“Silvio poderá seguir no partido que convier na sua eleição para governador do estado ou para vice. A gente do PSDB deixa ele à vontade e é praticamente unanimidade que ele onde ele esteja nós o apoiaremos”, continuou. 

Resistência no interior

Para Edson Melo não passa de “especulação” a  informação de que o nome do pré-candidato Silvio Mendes (PSDB) tem enfrentado resistência entre prefeitos ligados ao Progressistas.  

“Acho que isso é muita especulação, o dr Silvio tem o nome dele, respeita acordos políticos, tem consciência de que há necessidade de que para governar o estado do Piauí vai precisar de prefeitos e deputados. Então, isso que é importante, que o dr. Silvio é um ser político também”, frisou. 

O ministro Ciro Nogueira, que é o líder da coordenação da campanha, tem dito que pesquisas e a opinião de lideranças serão os critérios para a escolha do pré-candidato a governador do estado. 

Pesquisas 

O parlamentar defendeu que Silvio Mendes  tem sido o melhor nome colocado nas pesquisas e pontuou que os tucanos entraram na luta para que ele venha a encabeçar a chapa junto à deputada Iracema Portella (Progressistas). 

“Nós vamos entrar na luta, acreditamos que o dr. Silvio seja escolhido candidato a governador até por indicação das pesquisas, mas respeitamos também a posição do coordenado do processo o ministro Ciro Nogueira”, pontuou. 

 

Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir