Cidadeverde.com
Esporte

Monterrey derrota o Al Jazira por 3 a 1 e fica com o quinto lugar do Mundial

Imprimir

Eliminado para o Al Ahly, do Egito, nas quartas de final do Mundial de Clubes, o Monterrey ficou com o quinto lugar no torneio promovido pela Fifa.

Nesta quarta-feira, no estádio Al Nahyan, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, o clube do México bateu o Al Jazira, time local, por 3 a 1 e se despediu da competição com vitória. Os gols foram marcados por Sultan (contra), Funes Mori e César Montes; o brasileiro Bruno Oliveira descontou.

Depois de decepcionar nas quartas de final, o Monterrey não deu chances ao azar e abriu 2 a 0 sobre o Al Jazira logo com 10 minutos de jogo. No início, o zagueiro Sultan, do time da casa, tentou cortar um cruzamento da direita e fez gol contra. Na sequência, Funes Mori recebeu de Meza, limpou o goleiro e ampliou a vantagem.

No meio do primeiro tempo, aos 25 minutos, o Monterrey fez o terceiro gol com o zagueiro César Montes. Arturo González levantou bola na área em cobrança de falta e o defensor apareceu para desviar de cabeça e aumentar a vantagem mexicana.

Na segunda etapa, o time comandado pelo técnico Javier "El Vasco" Aguirre tirou o pé do acelerador e se poupou. Com a vantagem confortável no placar, o Monterrey não pressionou tanto o Al Jazira e apenas esperou o apito final do árbitro argelino Mustapha Ghorbal. Nos acréscimos, ainda teve tempo da equipe local descontar com Bruno Oliveira.

Com o resultado, o Monterrey ficou com o quinto lugar do Mundial de Clubes, enquanto que o Al Jazira, que caiu para o Al Hilal, da Arábia Saudita, nas quartas de final, termina o torneio em sexto. O Pirae, do Taiti, que foi eliminado justamente pela equipe dos Emirados Árabes Unidos, acabou em sétimo na competição da Fifa.

Com o fim do Mundial de Clubes, Monterrey e Al Jazira voltam as suas atenções aos seus torneios nacionais. Pelo Campeonato Emiradense, o Al Jazira encara o Al Dhafra, na próxima terça-feira, fora de casa. No Campeonato Mexicano, o Monterrey enfrenta o Pueblas, no próximo dia 18, também como visitante.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir