Cidadeverde.com
Política

Bolsonaro diz que guerra na Ucrânia não terá impacto para candidatura a presidência

Imprimir

Foto: Allan Santos/ PR

Criticado por adversários sobre a sua aproximação com a Rússia, o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse neste domingo (27) que não vê a guerra na Ucrânia tendo impacto eleitoral no Brasil e afirmou que está trabalhando gradualmente na construção de alianças para o pleito.

Ele deu as declarações em entrevista coletiva em Guarujá (SP), onde passa o Carnaval.
"Não acredito", disse Bolsonaro, sem se estender no assunto.

Logo a seguir, começou a falar do papel das Forças Armadas na eleição, e disse que os militares foram convidados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a integrar uma comissão sobre transparência eleitoral.

"Está sendo ultimado nos próximos dias, para nós termos conhecimento, se existe, existiu ou pode existir alguma vulnerabilidade [nas urnas]. Pode ser que o ministro [Luís Roberto] Barroso tenha razão, pode ser. Mas, se não tiver, as Forças Armadas vai apresentar o seu relatório e vai sugerir alterações."

O presidente também foi questionado sobre as alianças eleitorais para este ano. Disse que sabe como funciona e "quais interesses" existem.

"Tem muito partido que está bem intencionado realmente, mas... vão se acertando. E vão se acertando por estados. Por exemplo: estado da Paraíba. Acabamos de resolver [a aliança]. Era um estado que não tinha acesso quase nenhum."

Sobre a eleição em São Paulo, disse que está fechado com o ministro Tarcísio Freitas, da Infraestrutura, para a disputa para o governo. "Não fechamos ainda nem o vice nem o senador. Tem algumas propostas por aí".

Disse ainda que 11 ministros devem sair para disputar eleições.

A estadia de Bolsonaro no litoral paulista tem sido marcada por uma rotina intensa de passeios. O político chegou ao Guarujá de helicóptero, ainda na manhã de sábado (26), para ficar hospedado no hotel de trânsito do Forte dos Andradas. Desde o início do mandato, essa é a décima passagem pelo local.

Novamente, ele está acompanhado de grande comitiva. Além do ex-secretário de comunicação da presidência, Fabio Wajngarten, estão presentes o deputado federal Helio Lopes (PSL-RJ) e os assessores especiais Mosart Aragão e Max Guilherme.

Os dois últimos publicam vídeos de passeios pelo Guarujá. No primeiro deles, a bordo de um jet-ski, é possível ver Bolsonaro sendo recepcionado por grupos de apoiadores em lanchas próximas a Praia Grande, município vizinho. Todos, inclusive o presidente, estavam sem máscara de proteção.

Ainda no sábado, ele saiu para jantar em um restaurante no bairro Vila Maia, próximo a praia de Pitangueiras. Na saída do local, fez selfies e provocou novas aglomerações ao lado de apoiadores que o aguardavam na porta.

Fonte: Folhapress

Imprimir