Cidadeverde.com
Esporte

Cuca pode ser suspenso por "reza" no vestiário

Imprimir
Definitivamente, a relação do técnico Cuca com a Justiça Desportiva tem sido conturbada em 2009. Três dias após ter reduzida uma suspensão de 30 para 15 dias, o treinador rubro-negro foi denunciado pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) por ter entrado no vestiário de sua equipe para rezar com o elenco antes da semifinal da Taça Rio contra o Fluminense.
 
 
A denúncia foi motivada pelo fato de a FlaTV ter mostrado imagens de Cuca rezando com o elenco flamenguista no vestiário. Como estava suspenso por 30 dias em virtude de uma expulsão contra o Vasco, o treinador não poderia estar nas dependências reservadas aos profissionais que participariam do jogo contra o Fluminense.
 
Por este motivo, Cuca foi denunciado por descumprir uma determinação da Justiça Desportiva, conforme previsto no artigo 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê multa de R$ 10 mil a R$ 200 mil e suspensão de 90 a 360 dias. Caso seja reincidente no descumprimento, o réu pode ser eliminado do futebol.
 
Cuca será julgado em 27 de abril, às 16h (de Brasília), e poderá ser suspenso de 90 a 360 dias, ficando fora, assim, da segunda final do Campeonato Carioca, em 3 de maio. Na época, quando ficou sabendo de que poderia ser denunciado por ter ido ao vestiário falar com o grupo, Cuca reagiu. "Só falta eu ser suspenso porque fui rezar com os jogadores", disse.
 
Fonte: Terra
Tags:
Imprimir