Cidadeverde.com
Últimas

Rússia atacou Ucrânia com arma termobárica, arma mais poderosa do arsenal russo

Imprimir

 Foto: reprodução/gabinete do presidente da Ucrânia

O Reino Unido disse nesta quarta, 9, que o Ministério da Defesa russo confirmou o uso do sistema de armas TOS-1A na Ucrânia, que usa foguetes termobáricos. Especialistas qualificam esses explosivos como a arma não nuclear mais poderosa do arsenal russo. Fontes ucranianas relataram que a explosão que destruiu uma refinaria de petróleo em Okhtyrka, na região de Sumy, tinha sido causada por uma arma termobárica.

As armas termobáricas sugam o oxigênio do ar para gerar uma explosão de alta temperatura. Embora não sejam banidas por tratados internacionais, seu uso é condenado por organizações de direitos humanos. As armas consistem em um recipiente de combustível e duas cargas explosivas separadas.

Quando uma arma volumétrica é lançada, a primeira carga detona para dispersar as partículas de combustível. A segunda carga inflama o combustível e o oxigênio dispersos no ar, criando uma onda explosiva de extrema pressão e calor que tem o potencial de reverberar e criar um vácuo parcial em um espaço fechado. Os efeitos são agravados em espaços fechados, tornando-as altamente eficazes em edifícios.

Fonte: Estadão Conteúdo 

Imprimir