Cidadeverde.com
Esporte

Na reabertura do Maracanã, Fla faz 6 no Bangu e chega embalado para semifinais

Imprimir

O Flamengo dominou o Bangu desde os primeiros minutos na reabertura do Maracanã neste sábado e construiu uma vitória tranquila pelo placar elástico de 6 a 0 na última rodada da Taça Guanabara. 

Foto - Marcelo Cortes - Flamengo

A caminho das semifinais, o time de Paulo Sousa alcança a marca de sete jogos sem perder no Campeonato Carioca, com seis vitórias e um empate, e proporciona uma despedida melancólica para o adversário alvirrubro, com o maior placar de todo o campeonato.

O jogo entre Bangu e Flamengo foi o primeiro realizado no estádio do Maracanã em 2022 (troca do gramado) e contou com um bom público, de mais de 60 mil torcedores.

Embalado pela grande atuação, o Flamengo abre as disputas da semifinal da Taça Guanabara já na próxima quarta-feira, resta saber se o adversário será Vasco ou Botafogo, que entram em campo neste domingo. 

Já o Bangu encerra sua participação no torneio estadual, com a permanência garantida na elite do Estadual. Vice-líder, o Flamengo fecha a Taça Guanabara com 26 pontos, enquanto o vice-lanterna Bangu termina com nove pontos.

O Flamengo começou o jogo pressionando o time do Bangu, com muitas jogadas criadas contra um time da casa que só se defendia Em uma delas, a bola sobrou para Gabriel Barbosa, que bateu forte de primeira para boa defesa do goleiro do Bangu, que saiu bem nos pés do atacante flamenguista. 

O gol saiu logo depois, aos 9 minutos. O Flamengo construiu um ótimo ataque, achando espaços com facilidade e a bola sobrou para Arrascaeta tocar com tranquilidade para o fundo das redes.

O cenário ficou ainda mais favorável ao Flamengo após lindo passe de Everton Ribeiro para Gabigol. O atacante saiu livre nas costas da zaga e finalizou por baixo das pernas do goleiro para fazer 2 a 0. O time rubro-negro seguiu pressionando e Paulo Henrique precisou fazer grande defesa em cabeceio de David Luiz

A primeira finalização do Bangu na partida foi feita por Roberto Baggio aos 22 minutos de jogo. O Flamengo ainda conseguiu fazer o terceiro gol antes mesmo do fim do primeiro tempo, aos 43. 

Após toque por cima de Thiago Maia, Arrascaeta escorou de cabeça para Léo Pereira cabecear para o gol. A melhor chance do Bangu no primeiro tempo veio nos acréscimos, em mais um chute de Baggio. Hugo Souza se esticou todo para evitar o gol na cobrança de falta.

O técnico Paulo Sousa utilizou o segundo tempo para rodar o elenco do Flamengo. O jogo foi mais parelho no segundo tempo. O time alvirrubro, inclusive, chegou com perigo em uma jogada bem trabalhada, que terminou em chute colocado de Renatinho. Hugo Souza espalmou para fora.

O confronto caiu de produção nos minutos seguintes e assim caminhou até a reta final. Revelado na base do Flamengo, Matheus França entrou em campo e já foi premiado com um gol logo depois.

O meio-campista bateu de primeira da entrada da área, a bola desviou em Raí e enganou o goleiro do Bangu. O gol foi o primeiro de Matheus pelo profissional do Flamengo.

Vivendo dia de artilheiro, Léo Pereira voltou a marcar e fez 5 a 0 para o Flamengo, com mais uma assistência de Arrascaeta. O uruguaio cobrou escanteio na área e o zagueiro chegou sem marcação para desviar e fazer mais um gol aos 35 minutos.

Com fome de jogo, o Flamengo ainda marcou mais um para fechar a conta. Já nos acréscimos, Isla chegou bem na linha de fundo e tocou para Gabigol finalizar livre e fazer 6 a 0.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir