Cidadeverde.com
Vida Saudável

"Prevenção da dengue pode ser feita com práticas simples", explica especialista

Imprimir



 


Os casos de dengue cresceram mais de 200% se comparado ao ano passado no Piauí. Na semana passada, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) confirmou a primeira morte pela doença em Teresina e acendeu um sinal de alerta sobre a necessidade de fortalecer as medidas de prevenção e enfretamento.

De acordo com o infectologista Kelson Veras, a prevenção da dengue pode ser feita com práticas simples como tomar a vacina e evitar o acúmulo de água parada.

"Temos a vacina que protege principalmente contra as formas graves. A eficácia dela não é de você evitar pegar dengue, é de evitar que a dengue vire uma doença grave e também os cuidados sobre o seu lar e evitar a água parada", explicou o especialista.

Os principais sintomas da doença são: febre alta (acima de 38°C, dor de cabeça, dor nas articulações, dor nos ossos, dor nos olhos e manchas vermelhas pelo corpo. Ao sentir esses sintomas, é recomendável procurar orientação médica e beber bastante água para evitar a forma grave da doença.

"Na forma grave da doença, a pessoa tem queda de pressão porque perde a água do sangue e isso pode ser reposto através do consumo de água por via oral ou indo até um hospital para poder tomar soro”, conta Kelson Veras.


Vacina

A vacina contra a dengue já existe, mas ainda não é disponibilizada pelo SUS. Ela pode ser encontrada na rede particular de saúde para pessoas de até 45 anos, que moram em locais com muitos casos da doença ou que já tiveram dengue diversas vezes.


Acompanhe as atualizações de saúde na editoria e no instagram @vidasaudavelnacv.

 

Jaqueliny Siqueira
[email protected]

Imprimir