Cidadeverde.com
Esporte

F1: Leclerc relembra passado recente difícil para Ferrari e celebra pole no Bahrein

Imprimir

Graças à pole de Charles Leclerc e ao terceiro lugar garantido por Carlos Sainz, a Ferrari foi o grande destaque do qualificatório para a primeira etapa da temporada na Fórmula 1, no Bahrein.

O monegasco Leclerc revelou que este ainda não foi seu desempenho ideal, mas celebrou a primeira posição e também destacou as dificuldades enfrentadas pela Ferrari nas últimas temporadas.

"Eu me sinto muito bem. Os últimos dois anos foram muito difíceis para a equipe. Nós estamos muito esperançosos que esta fosse uma oportunidade de voltar ao topo. Focamos em nós mesmos. Foi uma classificação muito difícil, eu não estive muito feliz com o meu desempenho, mas consegui a classificação. Começaremos da pole, então fico muito feliz", disse Charles Leclerc.

Esta foi a 10ª pole da carreira de Leclerc, com tempo de 1min30s558. A última havia sido há nove meses, no Grande Prêmio do Azerbaijão de 2021. Já a última vitória da Ferrari foi em 2019, no GP de Cingapura, ainda com Sebastian Vettel.

A marca italiana voltou a figurar no Top-3 do campeonato de construtores em 2021, com a terceira posição. Em 2020, a Ferrari havia ficado apenas em sexto lugar, sua pior colocação nos últimos 40 anos de competição.

O triunfo do monegasco fica ainda mais interessante para a Ferrari pela colocação de seu outro piloto, Carlos Sainz Jr. Com um tempo de 1min30s687 no Q3, o espanhol largará na terceira posição neste domingo. Sainz demonstrou certa surpresa com a ótima posição final, devido ao desempenho nos treinos livres.

"Eu estive mais de meio segundo atrás durante todo o fim de semana, então só de estar na briga pelo primeiro lugar hoje foi uma ótima notícia para mim", afirmou Carlos Sainz. O Grande Prêmio do Bahrein, que definirá o primeiro pódio da temporada, está marcado para 12h deste domingo.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir