Cidadeverde.com
Entretenimento

Família de vítima em set de Alec Baldwin está na Ucrânia e não consegue fugir

Imprimir

Foto: Honopix/Folhapress

A família de Halyna Hutchins, a diretora de fotografia fatalmente alvejada por Alec Baldwin no set de filmagens do filme "Rust", está presa na Ucrânia, onde sua mãe trabalha como enfermeira em um hospital de Kiev, afirmou o representante do marido.

O viúvo de Hutchins, Matthew, disse ao portal TMZ que a mãe de sua ex-mulher, Olga Androsovich, continuou a trabalhar em um hospital da capital ucraniana porque ela acredita que não conseguirá sair do país em segurança.

Ele ainda disse que o pai de Hutchins, Anatoli Androsovich, também continua na Ucrânia, enquanto sua irmã e sua sobrinha de de três anos foram à fronteira com a Romênia na tentativa de deixar o país, podendo avolumar o número de refugiados ucranianos desde o início da invasão russa, que passa dos 2 milhões de pessoas, segundo a Acnur, a agência da ONU para refugiados.

Nascida na cidade ucraniana de Zhitomir, Hutchins trabalhava como diretora de fotografia do filme "Rust" quando um incidente envolvendo o ator Alec Baldwin a matou em 21 de outubro do ano passado. No set de filmagens em uma fazenda em Santa Fé, no estado do Novo México, Baldwin atirou na diretora com um revólver que estava manuseando. A arma havia sido apresentada a ele como inofensiva e carregada com balas falsas, mas o tiro feriu fatalmente Hutchins, de 42 anos.

A família da diretora processou o ator por homicídio culposo. O advogado da família Brian Parnish, em coletiva de imprensa em fevereiro, argumentou que Baldwin e outros produtores do western incorreram em "conduta imprudente e medidas para reduzir custos", resultando na morte de Hutchins.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir