Cidadeverde.com
Esporte

Pérez faz pole, Hamilton fica no Q1 e Mick bate forte nos treinos do GP da Arábia Saudita

Imprimir

Sergio Pérez, da Red Bull, vai largar na pole position, neste domingo (27), no GP da Arábia Saudita de Fórmula 1. O mexicano surpreendeu ao bater as duas Ferraris no fim do Q3 e anotou o melhor tempo com 1min28s200.

Pérez fez a volta mais rápida em um treino classificatório que ficou quase uma hora parado devido a uma forte batida de Mick Schumacher, da Haas, no Q2.

Charles Leclerc larga em segundo (1min28s225), seguido pela outra Ferrari, de Carlos Sainz (1min28s402). Max Verstappen, da Red Bull, sai em quarto (1min28s461).

O treino também ficou marcado pelo mau desempenho de Lewis Hamilton. O britânico da Mercedes fez apenas o 16º tempo (1min30s343) e parou ainda no Q1. O companheiro de equipe do heptacampeão, George Russell, larga em sexto (1min29s104).

O GP da Arábia Saudita será realizado amanhã com largada às 14h (de Brasília).

Q1

A 11 minutos do fim do Q3, Nicholas Latifi, da Williams, bateu na barreira de proteção da curva 13, o que paralisou o treino classificatório. Na volta da bandeira verde, Verstappen bateu o melhor tempo, mas logo foi superado pelas duas Ferraris.

A Mercedes foi a única equipe que colocou os carros na pista com pneus médios no Q1. George Russel passou tranquilamente para o Q2, mas Hamilton ficou na zona de corte até os instantes finais.

Em sua última volta rápida, o heptacampeão mundial chegou a ser 15º, fora da zona de corte, mas acabou superado por Lance Stroll, da Aston Martin, na sequência. O britânico largará em 16º.

Esta é a primeira vez que Hamilton não avança ao Q2 desde o GP Brasil de 2017. Na ocasião, ele bateu no treino classificatório.

Além de Hamilton e Latifi, Alex Albon (Williams), Nico Hulkenberg (Aston Martin) e Yuki Tsunoda (AlphaTauri) também foram eliminados no Q1.

Q2 e Acidente

Sem Hamilton, o Q2 começou mais uma vez com a Ferrari e a Red Bull disputando o melhor tempo. A cinco minutos do fim, Mick Schumacher perdeu o controle ao passar em cima da zebra. O carro subiu e bateu forte.

Após minutos de tensão, a Haas divulgou nas redes sociais que o alemão está bem fisicamente. Mick conversou com a mãe dele e foi levado de helicóptero a um hospital de Jeddah para ser avaliado.

O Q2 foi reiniciado quase uma hora depois do acidente. Sainz foi o mais rápido para superar seu companheiro de Ferrari.

Má sorte da McLaren, que viu os dois carros da equipe fora do Q3. Foram eliminados no Q2: Lando Norris (McLaren), Daniel Ricciardo (McLaren), Guanyu Zhou (Alfa Romeo), Mick Schumacher (Haas) e Lance Stroll (Aston Martin).

Q3

A disputa das Ferraris continuou no Q3, com Sainz um pouco mais rápido que Leclerc no início. Já Verstappen teve problemas com os pneus e reclamou com a Red Bull.

Parecia que a pole ia ficar mesmo com a escuderia italiana, com Leclerc superando seu companheiro de equipe. Porém, Pérez surpreendeu no fim e anotou a melhor volta com o cronômetro zerado para conquistar sua primeira pole da carreira.

Grid de largada do GP da Arábia Saudita

1. Sergio Perez (MEX, Red Bull Racing RBPT)
2. Charles Leclerc (MON, Ferrari)
3. Carlos Sainz (ESP, Ferrari) - 18
4. Max Verstappen (HOL, Red Bull Racing RBPT)
5. Esteban Ocon (FRA, Alpine Renault)
6. George Russell (GBR, Mercedes)
7. Fernando Alonso (ESP, Alpine Renault)
8. Valtteri Bottas (FIN, Alfa Romeo Ferrari)
9. Pierre Gasly (FRA, AlphaTauri RBPT)
10. Kevin Magnussen (DEN, Haas Ferrari)
11. Lando Norris (GBR, McLaren Mercedes)
12. Daniel Ricciardo (AUS, McLaren Mercedes)
13. Zhou Guanyu (CHN, Alfa Romeo Ferrari)
14. Mick Schumacher (ALE, Haas Ferrari)
15. Lance Stroll (CAN, Aston Martin Aramco Mercedes)
16. Lewis Hamilton (GBR, Mercedes)
17. Alexander Albon (THA, Williams Mercedes)
18. Nico Hulkenberg (ALE, Aston Martin Aramco Mercedes)
19. Nicholas Latifi (CAN, Williams Mercedes)
20. Yuki Tsunoda (JAP, AlphaTauri RBPT)

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir