Cidadeverde.com
Vida Saudável

Pessoas contaminadas pela covid tem mais risco de contrair conjuntivite

Imprimir


Foto: Ascom/Sesapi

 

A baixa umidade, proliferação de vírus no ar e maior incidência de doenças respiratórias com a chegada do outono aumentam o risco de conjuntivite viral e alérgica.  Nossos olhos estão conectados ao nariz pelo canal lacrimal e é por isso que as doenças respiratórias influem na saúde ocular. Isso explica os olhos vermelhos quando estamos resfriados ou gripados.

 Segundo o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, a baixa umidade do ar reduz as defesas do organismo e resseca todas as mucosas, inclusive a lágrima que tem a função de proteger a superfície dos olhos. “A falta de lágrima, somada às alterações ambientais facilitam o aparecimento da conjuntivite alérgica e da viral.  Nos dois tipos ocorre a inflamação da conjuntiva, membrana que recobre a esclera, parte branca do olho, e a face interna da das pálpebras”, afirma.

Pessoas contaminadas pela covid o perigo do olho seco e conjuntivite também é maior. De acordo com o especialista, em caso de desconforto nos olhos acompanhado por muito cansaço, dor no corpo e febre o recomendável é fazer os testes de covid para evitar maiores riscos à saúde, especialmente entre os que já passaram dos 60 anos.
 

Conjuntivite alérgica

“Pálpebras inchadas, vermelhidão, coceira, ardência, sensação de areia nos olhos, lacrimejamento e fotofobia (aversão à luz) são sintomas em comum de todo tipo de conjuntivite. É a secreção que diferencia uma da outra, sendo aquosa na alérgica e transparente e viscosa na viral”, pontua o especialista.

“A conjuntivite alérgica nesta época do ano é causada principalmente pelo aumento da poluição no ar e é mais comum em quem sofre algum tipo de alergia. Isso porque, estudos mostram que 6 em cada 10 alérgicos manifestam a doença nos olhos”, salienta. Ao contrário da viral não é contagiosa, mas pode causar lesões na córnea e diminuir permanentemente a visão, alerta.

O tratamento dos casos leves é feito com colírio anti-histamínico. O uso de antialérgico oral, para tratar alergias sistêmicas simultâneas à conjuntivite, resseca a lágrima e por isso dificulta a recuperação dos olhos.


Conjuntivite Viral

Conjuntivite viral é altamente contagiosa, pode surgir em qualquer idade e tem como principal veículo de transmissão levar as mãos contaminadas aos olhos. Os grupos de maior risco são:

- Mulheres na pós-menopausa devido à menor produção da lágrima com a queda dos estrogênios.

- Crianças porque estão com o campo imunológico em desenvolvimento

- Idosos por terem o sistema imunológico mais frágil.


As dicas de prevenção são:

- Lave as mãos com frequência ou higienize com álcool.

- Pratique exercícios moderados e constantes.

- Mantenha os olhos bem hidratados.

- Caso pegue um resfriado ou gripe mantenha o uso da máscara

- Evite aglomerações em locais fechados.

- Não pule refeições.

- Durma de 6 a 8 horas/dia.

- Tome a vacina para gripe em abril, especialmente se pulou alguma doses da vacina de covid.


 

Da Redação
[email protected]

Imprimir