Cidadeverde.com
Política

Dr. Pessoa convoca reunião com secretariado e promete “mexida” na administração

Imprimir
  • 6.jpg Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde
  • 5.jpg Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde
  • 4.jpg Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde
  • 3.jpg Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde
  • 2.jpg Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde
  • 1.jpg Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde

 

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (Republicanos), convocou reunião com todo secretariado para a próxima quarta-feira, dia 28. Sem dar detalhes, o gestor também voltou a anunciar que fará mudanças em pastas e defendeu uma maior integração com o Poder Legislativo. 

“No dia 28 não é uma reunião administrativa, é mais um olhar político, mas não estou misturando uma coisa com a outra, será fora [da Prefeitura] com um teor forte político”, destacou. 

Conforme aliados de primeiro escalão do Palácio da Cidade, a mudança na gestão da Superintendência das Ações Administrativas (SAAD) Norte, hoje sob o comando de Daniel Carvalho, é confirmada e deverá ser oficializada nos próximos dias. 

Outras áreas como a SAAD Rural e a Secretaria de Economia Solidária (Semest) também vão passar por mudanças.

Aproximação com o Legislativo 

A expectativa na Câmara Municipal é de que blocos formados por vereadores façam indicações para algumas das secretarias. Questionado se essa realidade poderia vir a se concretizar, o prefeito não confirmou, porém, defendeu uma maior proximidade da administração municipal com os vereadores da capital. 

Dr. Pessoa avaliou precisar de ajuda e falou também sobre dificuldades na gestão. 

“O objetivo é chamar o Poder Legislativo para ajudar o prefeito, está muito pesado para mim e vamos fazer dessa forma híbrida da administração pública do poder executivo e legislativo. Vai haver essa mexida, vai, porque eu preciso. A administração pública precisa de outro poder, que é independente, mas queremos trabalhar juntos”, destacou. 

60% dos emedebistas permanecem na gestão 

Sem citar nomes, Dr. Pessoa confirmou a permanência de emedebistas na gestão. O prefeito destacou que, atualmente, quase 80% da gestão tem ligações com a sigla e que com a possíveis mudanças ainda podem permanecer 60%. 

“Não será especificamente na Saad Norte, mas mudanças vão acontecer […] 80% da administração do prefeito era emedebista. Se sair um aqui ou outro acolá ainda fica com uns 60% ou mais. Ainda é uma dose altíssima, já que o próprio MDB nunca mandou uma emenda que eu tenha conhecimento”, explicou. 

As declarações do prefeito foram dadas durante visita a obras de um canal que está sendo feito no bairro Mocambinho, zona Norte de Teresina. Acompanharam o prefeito o secretário Edimilson Ferreira, além dos vereadores Renato Berger (PSD) e Luís André (União Brasil).

Paula Sampaio
[email protected] 

Imprimir